terça-feira, 31 de julho de 2012

Confirmada a troca de Bruno Mineiro pelo meia Henrique com a Lusa

Atlético-PR e Portuguesa acertaram uma troca de jogadores. O atacante Bruno Mineiro, do Furacão, vai para a Lusa por empréstimo até o fim do ano. E o meia Henrique, do clube paulista, vai para o Rubro-Negro, também por empréstimo, até dezembro. A informação foi confirmada pelo diretor de futebol da Portuguesa, Candinho.

Com o nome no Bid Elias pode estrear!

Com o nome registrado no Boletim Informativo Diário da CBF, Elias, mais novo reforço do Atlético Paranaense para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro, treina durão no CT do Caju enquanto a equipe encara o Guaratinguetá, nesta terça, fora de casa. O meia conta os dias para vestir a camisa rubro-negra pela primeira vez em uma partida, mas sabe que tem muito trabalho pela frente.
"A expectativa é grande e eu tenho vontade de entrar em campo o mais rápido possível. Jogador quer sempre estar jogando e comigo não é diferente", disse o jogar, que ficou em Curitiba para se preparar visando o jogo diante do São Caetano, sábado, em Paranaguá. "Fiquei alguns dias sem treinamentos em Goiânia. Aqui no CT, voltei a treinar forte para estar à disposição do técnico Jorginho", emendou.
Acostumado a lugares de clima quente, Elias chegou à capital paranaense em pleno inverno, com frio e chuva, mas não teme problemas de adaptação. "Joguei muito tempo em lugares quentes, como Goiânia e Emirados Árabes. Mas o clima é o de menos. Preciso me adaptar o mais rápido possível para render ao máximo dentro de campo", finalizou.

Guaratinguetá x Furacão

PRA CIMA DELES FURACÃO!!!

segunda-feira, 30 de julho de 2012

Bruno Mineiro é da Lusa

Portuguesa e Atlético confirmaram uma troca de jogadores. O atacante Bruno Mineiro, que estava no clube paranaense, ajudará o time do Canindé na Série A até o final do ano. Pelo mesmo período, o atacante Henrique, que era reserva da Lusa, defenderá o elenco atleticano na Série B.

Jorginho, quer Felipe amanhã em campo

O técnico Jorginho aguarda a regularização do meia Felipe, recém-contratado, para a partida do Atlético contra o Guaratinguetá, às 21h50m (horário de Brasília) de terça-feira, no Estádio Dario Leite, pela 14ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.
Com as contusões de Paulo Baier e Harrison, o treinador precisa de um meia de criação e Felipe seria o jogador pra isso.
O meia, precisa aparecer no BID (Boletim Informativo Diário) até 19h desta segunda-feira para ficar à disposição do comandante rubro-negro.

Bruno Mineiro, pode deixar o Atlético

O Atlético não desistiu de contratar o meia Henrique, da Portuguesa. A Lusa queria Paulo Baier para que o negócio fosse concluido, mas o maestro rubro-negro recusou a proposta da equipe do Canindé. Com a negativa, o atacante Bruno Mineiro pode ser envolvido na transação. A informação foi divulgada pela jornalista Nadja Mauad.

Furlan está acima do peso

O atacante , está três quilôgramas acima do peso ideal, segundo o técnico Jorginho. O comandante rubro-negro fala sobre a condição do atleta para dar uma "explicação ao torcedor" e critica o trabalho realizado no primeiro semestre do ano.
Furlan entrou no intervalo da derrota do Furacão por 2 a 1 para o Guarani, no sábado, e briga por uma vaga entre os 11 para o jogo contra o Guaratinguetá, às 21h50m (horário de Brasília) de terça-feira, no Estádio Dario Leite, pela 14ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro:
- O Furlan é um menino que tem uma boa condição, uma boa qualidade. Mas ele está três quilos acima (do ideal). Imagine ele carregando três quilos... Então, estamos tentando tirar, e ele pode ficar debilitado. Por quê? Porque está pagando pelos seis meses lá atrás. São coisas que não poderiam acontecer, mas a gente precisa explicar para o torcedor, porque senão ele cobra do menino uma coisa que ele não pode fazer - revelou o técnico atleticano em entrevista no Estádio Brinco de Ouro da Princesa.
O jogador de 20 anos, presente em 26 dos 45 jogos do Atlético na temporada, marcou seis gols no ano - todos no Campeonato Paranaense. Para a partida contra o Guará, Furlan disputa duas vagas com os atacantes Marcelo, Tiago Adan, Fernandão e Taiberson. O duelo, pela 14ª rodada da Série B, está marcado para 21h50m de terça-feira.

Bruno Costa e Harrison tem lesões leves mas devem ficar de fora do próximo jogo

O zagueiro Bruno Costa e o meia Harrison sentiram lesões na partida contra o Guarani, no sábado (28). O primeiro, saiu logo no primeiro tempo sentindo dores no tornozelo. Já Harrison, sentindo dores no músculo da coxa direita, deixou a equipe na segunda etapa.
Segundo o médico do clube, Christiano Uliana, ambos não atuarão contra o Guaratinguetá, nesta terça-feira (31). "Os dois atletas tiveram lesões distintas, porém de moderada gravidade, o que os impede de atuar contra o Guaratinguetá", disse ele.
O tratamento para os dois jogadores já tiveram início, segundo o fisioterapeuta do Furacão. "Iniciamos imediatamente o tratamento de ambos. Agora vamos aguardar o decorrer da semana para avaliar a evolução dos dois casos", garantiu o fisioterapeuta Márcio Ravazzani.
O Furacão volta à campo nesta terça-feira (31), contra o Guaratinguetá, no interior paulista, às 21h50.

sábado, 28 de julho de 2012

Dando sorte ao azar. Por Aline

O Atlético Paranaense perdeu na tarde de hoje para o Guarani, no estádio Brinco de Ouro da Princesa. No começo, os times se estudaram bastante mais não tiveram muitas chances de gols. Ai, na sequência, algumas contusões culminaram para que acabasse 0x0 a primeira etapa.
No segundo tempo o Atlético voltou atacando mais. E no cruzamento de Maranhão, o pequeno Harrison que estava com a camisa 10 hoje, fez o gol de cabeça. Mais, como a desatenção paira a vida do Rubro Negro, aos 16 minutos sofremos o empate, numa falta em que nossa zaga cochilou. Depois, até tivemos chances de fazer o segundo gol e sair com uma importante vitória, mais quem fez isso foi o Guarani, aos 38 minutos do jogo. Fim... Perdemos mais uma. Demos chance pro azar de novo.
Como disse o grande Weverton, ao sair do jogo: uma vitória fora de casa é goleada. Fazer um gol é tão dificil, quando conseguimos fazer tem que procurar manter o placar, nem que tenha que arrastar a cara no chão para isso. É preciso fazer uma auto-análise e ver o que cada um está errando. Se é preciso se dedicar mais, correr mais,porque desse jeito, eles não estão merece nosso respeito!
Saudações Rubro Negras e tentem ter um bom final, sem ver os programas esportivos, de preferência...

Aline de Sousa

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Marcão e Elias chegam para ajudar

Os principais goleadores do Atlético-GO nas últimas temporadas estão se transferindo para o xará paranaense. Após longa novela, Elias e Marcão já estão a caminho de Curitiba, onde vão defender o Furacão. O meia, que foi afastado no dia 3 de julho, chegou a ir para a capital do Paraná na última semana, mas a negociação não tinha evoluído. Já Marcão estava sem espaço no clube goiano e participou apenas de quatro partidas no Campeonato Brasileiro. O Atlético-PR ainda aceitou a devolução do lateral-esquerdo Paulinho, que estava emprestado ao time goiano até o fim da temporada.
Marcão chegou ao Dragão em 2008 para fazer testes, agradou e ficou para a disputa da Série C do Brasileirão, competição na qual foi artilheiro com 19 gols. Ao todo, o atacante disputou 210 jogos pelo Atlético-GO e balançou as redes 96 vezes. Na última quinta-feira, o diretor de futebol do time goiano, Adilson Batista, já havia falado que o “ciclo de Marcão em Goiânia estava chegando ao fim”. O dirigente confirma a transferência dos jogadores para o Atlético-PR.
- Foi uma boa negociação para o Atlético-GO. Os dois jogadores demonstraram o interesse em sair. Pensamos até em reintegrar o Elias, mas ele recebeu uma grande proposta e também preferiu deixar o clube. O Atlético-PR vai herdar todas as dívidas que nós tínhamos com o jogador. Quanto ao Marcão, ele está autorizado a assinar com outro clube – revelou Adson Batista.
Elias tinha contrato com o Dragão até maio de 2014 e já é jogador do Atlético-PR, pois fez exames médicos em Curitiba na semana passada. O Furacão arcará com uma dívida de cerca de R$ 550 mil com o Vila Rio, clube de empresários que pagou a rescisão de meia com o Figueirense no início deste ano, e também aceitará a devolução do lateral-esquerdo Paulinho. Elias fez 47 gols em 123 partidas pelo Atlético-GO.
A situação de Marcão é diferente. O atacante tinha contrato com o Dragão até agosto de 2013 e assinará com o Atlético-PR por dois anos. Em Curitiba, Marcão ainda fará exames médicos antes de ser confirmado como novo reforço do Furacão.

Em busca de um novo camisa 10...

O técnico Jorginho prepara uma formação voltada para o meia Harrison, substituto do machucado Paulo Baier e novo camisa 10. O comandante rubro-negro arma um time com dois zagueiros (Manoel e Luiz Alberto) e três volantes (Cleberson, Derley e João Paulo) para dar liberdade ao jogador.
- Eu quero facilitar o máximo para o Harrison. A tendência é ele sair jogando, deixá-lo bem à vontade para saber se a gente consegue tirar a responsabilidade dele. Esta é a ideia - explica o técnico atleticano em entrevista coletiva.
O treinador fala sobre a evolução do meia Harrison.
- É pouco tempo. A única coisa que a gente fica triste é que há a necessidade de ele jogar. O legal seria não ter a necessidade. Ter outros para ele entrar e tirar ainda mais a resposabilidade. Ele está tentando, entrando mais na área. Estou tentando deixar ele bem à vontade. A resposabilidade, ele não tem nenhuma.
O provável Furacão tem Weverton; Manoel, Cleberson e Luiz Alberto; Maranhão, Derley, João Paulo, Harrison e Bruno Costa; Marcelo e Tiago Adan. Uma possibilidade é a saída do zagueiro Luiz Alberto para a entrada do atacante Bruno Furlan, com o time de volta ao 4-3-3.
O duelo contra o Bugre está marcado para 16h20m de sábado. O jogo tem arbitragem de Wilton Pereira Sampaio, auxiliado por Marco Mello Moreira e Márcio Soares Maciel.

Mais um que chega!!!

O Atlético Paranaense acertou nesta sexta-feira (27), a contratação do meio-campo Felipe de Oliveira Silva. Revelado no Rio Branco, de Americana, o atleta de 22 anos pertencia ao Palmeiras. Felipe disputou o último Campeonato Paulista pelo Mogi Mirim, sendo um dos destaques da equipe na competição.
Sabendo da grandeza do projeto atleticano, Felipe assinou contrato até julho de 2016. “O Atlético Paranaense tem uma estrutura fantástica e não pode ficar na Série B. Por este motivo, vim para ajudar a equipe neste acesso, para colocarmos o Clube onde merece”, disse o atleta.

Time atual com maestria e sem invenções

Com o time que tem atualmente, o Furacão disputará a quarta vaga do G-4. Isso significa que o risco de insucesso não é pequeno (afinal, são apenas quatro vagas). Ou seja, precisamos de mais reforços, principalmente no setor ofensivo, para o time obter maior êxito e maior chance de figurar entre os quatro primeiros no fim do campeonato.
Sobre Paulo Baier... é uma raridade, tanto de ponto de vista técnico, quanto do comprometimento com o Clube. Vem sendo injustiçado por alguns torcedores ingratos, alienados pelo que a nossa odiosa mídia transpassa, mas, felizmente, não se deixa abalar, afirmando que vai cumprir a promessa de levar o Furacão de volta à série A. Certamente, se tivéssemos mais três jogadores com as suas características, teríamos disputado a Libertadores deste ano. Vale o ditado: “uma andorinha só não faz verão”. Parece que alguns torcedores não sabem que futebol é um esporte coletivo...
Minha opinião, em resumo: Baier merece respeito por tudo que fez e pela dedicação inigualável (é a figura mais próxima de ídolo depois de Washington). Não necessariamente como titular, mas ainda pode ser bastante útil ao time e ao Clube.
Jorginho por enquanto acertou muito mais que errou. Além disso, (também felizmente) já mostrou que não adota improvisações ou invenções com seus comandados. Todavia, no início, montou o time em um 3-5-2 que falhou – depois desistiu e voltou ao 4-3-3. Agora, volta a treinar o time no 3-5-2. Claro que posso estar enganado, mas esse time parece pronto para o esquema com três atacantes e uma linha de quatro jogadores na defesa. Qualquer mudança não aparenta adequada no momento. Enfim, confio em Jorginho, técnico que nos levará à série A de 2013. SRN.

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Vila Olímpica do Boqueirão

As diretorias de Atlético e Paraná seguem conversando, mas a questão está batendo no valor do aluguel. No começo da semana, o Atlético ofereceu 600 mil reais na reforma do local e 15 mil de aluguel. O Paraná pediu 900 mil nas reformas e cerca de 1 milhão e 600 mil por um contrato de 1 ano e meio – ou 40 mil de aluguel.

Esse valor é considerado alto pela diretoria atleticana.

Ruim mas está bom! Por Célio

Esta é a verdadeira situação da equipe do Clube Atlético Paranaense... A equipe está muito bem, comandada pelo técnico Jorginho, reforços de peso chegando e vários até jogando bem, conseguindo suprir algumas carências do time...Mas perdemos para o Vitória no sábado e aí? Devemos parar e reparar na posição que a equipe do Vitória vem ocupando... Praticamente desde o início vêm frequentando a “parte de cima” da tabela de classificação. Era notório que não seria uma partida fácil por se tratar de um adversário muito forte. Mas convenhamos o furacão está ganhando forma e força de boa equipe. A derrota na última partida não pode refletir a postura que a equipe tomou no jogo. Jogamos até de forma ofensiva e por algumas falhas individuais não conseguimos êxito com gols. O atacante Marcelo, jovem garoto que pecou grosseiramente nesta partida que fomos derrotados, porém já no jogo anterior o mesmo jogador finalizou duas vezes em gol e ajudou a equipe em mais uma importante vitória. Paciência com o garoto...não temos um ”matador” e esperamos estar vendo ser lapidado um em meio aos nossos garotos da base! Dar apoio incentivo e acreditar, como faremos com toda a equipe para conseguirmos o tão esperado acesso à série A. Já outra maravilhosa notícia é que o nosso “maestro” Paulo Baier confirmou a sua vontade de permanecer no rubro-negro até o final do seu contrato! Ele é “o cara” pois disse que estaria junto com o furacão para o retorno à série A. Lhe admiro cada vez mais maestro, sua vontade disposição deixa muito garoto com inveja! E com essa disposição do maestro vamos continuar apoiando incondicionalmente nosso furacão rumo ao acesso! SRN. À todos e vamos furacãooo!

quarta-feira, 25 de julho de 2012

Sim, o maestro fica!!!

Com proposta da Portuguesa, o meia Paulo Baier se reuniu com a diretoria do Atlético e com seu empresário e definiu que vai permanecer no Rubro-Negro e cumprir normalmente o seu contrato, que vai até dezembro de 2012.
A Lusa, clube que queria contratar Paulo Baier, pediu que o Atlético bancasse o salário do jogador, o que não interessou aos mandatários do Furacão. Esse fator, somado à vontade do próprio meia, fez com que se chegasse a um acordo para ele ficar no clube até o fim do ano.
Pubalgia
Com dores no púbis, Paulo Baier está vetado para os dois próximos jogos do Atlético na Série B, no sábado, diante do Guarani, às 16h20, no Brinco de Ouro da Princesa, e na terça-feira, diante do Guaratinguetá, às 21h50, também fora de casa.

O Furacão ainda é uma incógnita neste campeonato! Por Luana

No começo da temporada, acreditávamos e tínhamos a certeza de que o Furacão subiria para a Série A neste ano. E isso se confirmava com os resultados positivos no campeonato estadual. O time vinha bem, conquistamos até o primeiro turno, mas depois as coisas começaram a mudar. Perdemos o título estadual, fomos desclassificados da Copa do Brasil e alguns conflitos internos aconteciam no CT do Caju. Enfim, tudo isso passou e o Campeonato Brasileiro começou. O Furacão, em sua estreia, passou por cima do Joinville, fora de casa, com uma bela goleada de 4x1. Neste dia, a torcida aumentou as esperanças, pois o Rubro-Negro tinha começado com o “pé-direito”, a vitória deu uma motivação a mais para todos. Mas, na segunda rodada, veio o balde de água fria, com um futebol ruim perdemos para o Boa Esporte. As rodadas foram passando, os resultados ruins começaram a surgir, resultados estes que derrubaram Carrasco. Logo veio Drubscky, que comandou o time por duas rodadas, mas precisamos de um técnico com fibra. Chegou, então, o atual comandante, Jorginho.
Com 13 rodadas, o Furacão tem 17 pontos. Em casa, são 3 vitórias, 2 empates e 1 derrota. Fora de casa: 2 vitórias e 4 derrotas – ocupa a nona colocação e está, no momento, a 6 pontos do G-4. Muitos jogadores chegaram e ainda vão chegar para a seqüência do campeonato. Grande maioria já ganhou a titularidade e vem se esforçando para ajudar o Atlético a subir. Nosso grande problema no momento são as oscilações de um jogo para o outro. Ora jogamos bem e conseguimos o resultado, ora vamos mal e deixamos escapar os 3 pontos. Um exemplo foi a partida de sábado. O Marcelo, por exemplo, na partida anterior, contra o Avaí, havia nos dado a vitória com seus 2 gols, e contra o Vitória acabou perdendo 2 gols que nos colocariam mais perto da zona de classificação.
O fato é que precisamos ter uma regularidade se quisermos voltar à elite. Nos jogos “em casa”, então, daqui para frente, perder pontos é inadmissível.
Confio no trabalho do Jorginho, e torço pelo sucesso dos jogadores que vestem esta tão amada e respeitada camisa. Não foi a toa que fomos o clube mais votado entre os próprios jogadores do Brasil como o primeiro que voltaria à Série A. Podemos não ser o melhor time da competição, mas com certeza somos o MAIOR clube da Série B. Vamos torcer e apoiar o Clube Atlético Paranaense até a última rodada. Se ele não subir (que eu tenho a certeza que vai subir), no ano que vem estaremos lá junto dele da mesma forma, seja em qual divisão for!


#TeSigoEmTodaParte


Beijos e SRN para todos!

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Maestro pode deixar o Furacão

O empresário de Paulo Baier, o camisa 10 do Atlético, Neco Cirne, deve se reunir com a diretoria do Furacão para definir o futuro do titular da equipe atleticana. A Portuguesa, segundo informações, quer contar com o futebol de Baier.
O vínculo de Paulo Baier com o Atlético vai até dezembro deste ano e como o Furacão tem interesse no meia Henrique, da Portuguesa, pode acontecer uma troca entre os dois.
A reunião deve acontecer nesta terça-feira (24) e irá definir o futuro do experiente meia de 37 anos.

Meia Felipe,do Palmeiras deve acertar com o furacão!

O jogador explicou que deve acertar com o Furacão de forma definitiva, em um contrato válido por quatro anos. Felipe iniciou sua trajetória no Verdão ainda nas categorias de base, mas, sem ser aproveitado, acabou emprestado para Rio Branco, Bahia, Olaria, Guarani e Mogi Mirim.
Por conta de sua boa atuação pelo Mogi no Campeonato Paulista, o meia voltou ao Palmeiras e foi integrado aos profissionais, mas não emplacou. O atleta ganhou cinco oportunidades com o técnico Luiz Felipe Scolari e não correspondeu em campo.
A partir de agora, as opções no elenco para a armação das jogadas são Valdivia, Daniel Carvalho, Patrik, Patrick Vieira e João Artur. O chileno, porém, ainda não sabe se permanecerá, pois voltou a ser assediado pelo futebol do mundo árabe.

Atlético-PR acerta com o lateral esquerdo Pedro Botelho

Derrotado pelo Vitória no último final de semana, o Atlético-PR anunciou nesta segunda-feira a contratação do lateral esquerdo Pedro Botelho. Revelado pelo Galícia, da Bahia, o jogador de 22 anos tinha vínculo com o Arsenal, da Inglaterra, mas rodou pela Europa antes de chegar ao Furacão, que luta para voltar à elite do futebol nacional. Após passar por Figueirense, Arsenal, além dos espanhóis Salamanca, Celta, Cartagena, Rayo Vallecano e Levante, Botelho considera que este é um bom momento para voltar ao seu País de origem e se familiarizar com o futebol brasileiro.
“Sou muito novo ainda e quero conhecer melhor o futebol brasileiro”, explicou em sua chegada. “O Atlético-PR não pode estar na Série B, tem uma estrutura fantástica. Já estive na Europa e a estrutura daqui está acima. Não fica atrás de nenhum clube europeu”, afirmou. “Estou com muita vontade de ajudar o clube em retornar a Série A.”
O jogador tentará desbancar o atual titular, Wellington Saci. Botelho é mais uma opção do técnico Jorginho para subir com o Furacão na tabela da Série B. Com 17 pontos ganhos, o time paranaense é o nono colocado da competição, a seis pontos do G-4, grupo que conquista a vaga para a primeira divisão.

domingo, 22 de julho de 2012

Atlético-PR derrota o Vasco na final e fica com o título da Copa Brasil Sub-17

No ano passado o Atlético-PR 'bateu na trave' ao ser derrotado nos pênaltis para o Cruzeiro, mas em 2012 o Furacão finalmente pôde comemorar o título da Copa Brasil Sub-17. Na tarde deste sábado, o time paranaense derrotou o Vasco por 2 a 0, na final disputada no Estádio Sernamby, em São Mateus, e enfim levantou a taça de campeão nacional da categoria.
Os dois gols do Atlético-PR foram marcados em cada tempo. Na primeira etapa, em cobrança de escanteio de Jonathan, o zagueiro Layo subiu livre de marcação e cabeceou por sobre o goleiro Gabriel Félix, do Vasco: 1 a 0! Com a vantagem no placar, o Furacão administrou a partida e, aos 32 minutos do segundo tempo, decretou o destino da partida. Após um belo passe de Marcos Guilherme, o atacante Nathan entrou livre e bateu na saída de Gabriel Félix.

Campanha impecável
O Atlético-PR fez um campanha impecável na Copa Brasil Sub-17. Foram seis vitórias em seis jogos disputados. Logo na estreia do Grupo F, a equipe paranaense massacrou a Desportiva Ferroviária com uma goleada histórica de 9 a 0. Na segunda rodada, a vítima foi o Fluminense: 2 a 1 para o Furacão. Com a vaga assegurada, o time ainda aplicou outra goleada, desta vez no Linhares: 4 a 1!
Nas quartas de final, o Atlético pegou pela frente o Grêmio, no Estádio Sernamby, e mais um vez venceu: 2 a 1! Na fase semifinal, talvez o jogo mais complicado da campanha. Com o placar magro de 1 a 0, o Furacão superou Figuerense e seguiu para a decisão, onde neste sábado viria a sagrar-se campeão.

Deixamos escapar os três pontos

Depois do jogo contra o vitória, em Paranaguá em que amargamos uma derrota que foi uma espécie de freio de mão, já que se ganhassemos hoje, ficariamos em uma posição bem mais confortável na tabela, percebo que Jorginho tem muita coisa para pôr em ordem ainda. Lembrando que isso não quer dizer que esteja tudo errado, pois o time está unido e mostra mais vontade, o que são pontos positivos.
O que não dá é pra tapar o sol com a peneira e achar que Marcelo é o atacante dos sonhos porque fez dois gols rodada passada. Hoje ele conseguiu perder dois gols feitos, que nos renderiam os 3 pontos. Também não dá pra aturar Ricardinho como titular, errando passes mínimos, enquanto Bruno Furlan com todas as suas limitações e seu costume de cai-cai, pelo menos busca mais o gol e chega com mais perigo. E na nossa defesa, era necessário um outro Manoel, que não cometesse erros infantis e que tivesse a qualidade do nosso nº 3.
Perdemos hoje porque nossos jogadores pipocaram, essa é a mais pura realidade! Perdemos porque podemos até ter time pra subir, mais é preciso encarar cada jogo como se fosse o último. Mais meu bobo coração segue acreditando no acesso, e sempre que possível espero ao lado do meu amor, onde ele for jogar. Força, Atlético e o meu parabéns à nação atleticana pelo comparecimento em massa hoje!

Saudações Rubro Negras...

Pequena parte da torcida que vaiou os jogadores

Após a derrota de ontem (sábado) por 1 a 0 para o Vitória, o técnico Jorginho agradeceu o apoio recebido das arquibancadas do Gigante do Itiberê, mas criticou uma pequena parcela da torcida rubro-negra que, segundo o treinador, vai ao estádio apenas para atrapalhar a equipe e não para incentivar como o restante dos torcedores.
"O time teve oportunidades, criou, mas não foi feliz. Quem perde sou eu, os atletas só ganham. Um atleta nosso perdeu um gol e foi vaiado pela torcida, mas isso já aconteceu com outros jogadores que passaram por aqui", afirmou o treinador, saindo em defesa do atacante Marcelo, que hoje desperdiçou duas oportunidades claras de balançar as redes do Vitória.Formado nas categorias de base do Furacão e ainda jovem, Jorginho pediu que a torcida tenha paciência com Marcelo. "O Marcelo é patrimônio do clube e temos que ter paciência com ele, até porque ele é um garoto. Agradeço a Fanáticos pelo apoio no jogo inteiro, porque hoje foi uma pequena parcela que vem aqui não para torcer pelo Atlético, mas apenas para criticar esses garotos", completou.
Por fim, o treinador falou sobre o impacto que a derrota causa na caminhada do Atlético em busca do retorno à Série A. "Não adianta a gente achar que vai sair do buraco tão rápido assim, ainda estamos formando a nossa equipe e aos poucos vamos nos encontrar no campeonato", finalizou Jorginho.

sábado, 21 de julho de 2012

Hoje tem o programa A VOZ DA CAVEIRA. À partir das 13h, na rádio mais AM 1120 KHz, você não pode perder!!! Todos os assuntos referentes ao FURACÃO e a TORCIDA RUBRO-NEGRA.
Você poderá participar ao vivo da programação pelo fone: 0xx41-3282-1110, e também nos enviar críticas, sugestões ou dúvidas, através do nosso e-mail :
avozdacaveira@osfanaticos.com.br ou osfanaticos@redemais.am

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Otimismo aparentemente confirmado

Quem acompanha as minhas colunas possivelmente se recorda que demonstrei otimismo com a vinda de Jorginho para o Furacão. Bom técnico exigindo reforços, teoricamente uma química que (pensei eu, naquele momento) daria muito certo. Por enquanto, está melhor que a encomenda.
Claro que é cedo, mas a diretoria está cumprindo a promessa feita ao técnico (que, à época, foi condição para o contrato ser assinado) de trazer reforços (jogadores titulares para vestir a camisa o quanto antes). Falta um camisa 9, talvez um ponta, e um jogador para revezar a posição de meia de criação com Baier (que não merece um “pé na bunda”, como alguns, felizmente poucos, defendem). De todo modo, a diretoria está trabalhando (e merece elogios), mas lembremos que é graças à exigência de Jorginho.
Jorginho decide a escalação e, exceto quando usou o 3-5-2, teve praticamente acerto total nos onze iniciais e nas substituições. Acertou em manter o 4-3-3 contra o Avaí, enfim, o técnico tem alto índice de acerto no seu trabalho. Isso tudo sem contar a melhora física do time, parabéns ao Omar Feitosa, que está conseguindo fazer os jogadores correrem.
Além disso tudo, no discurso Jorginho também tem se mostrado excelente: cobra dos jogadores, cobra da diretoria, é ambicioso (só pensa em vitórias, não em “somar pontos”, semelhante ao Carpegiani), franco nas análises e humilde (faz questão de ressaltar que as palmas devem ser para os jogadores, não para ele). Fazia tempo que o Furacão não conseguia um profissional tão completo.
Sim, ainda é cedo para decretar que Jorginho é ótimo e que “certamente” iremos subir com ele. Como ele mesmo diz, ainda há muito o que melhorar. Contudo, o aprimoramento com ele até agora é incontestável. Na lógica, podemos melhorar bastante. A grande questão é: quanto poderemos melhorar? Ainda, será o suficiente para subir? O tempo responderá. Francamente: acredito em respostas afirmativas. SRN.

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Agora vai! Por Célio

Galera rubro-negra agora a situação do furacão parece ter começado a mudar. A nossa diretoria resolveu trabalhar pra valer, abriu o cofre e começou contratar. Contrataram tantos nomes que o número já chega ao de um novo time. Bons nomes, que, inclusive alguns já estrearam e já mostraram o seu “cartão de visitas” com um belo futebol. O técnico Jorginho que vêm demonstrando conhecer do assunto, agora terá “material humano” muito melhor para levar o nosso furacão a mais e mais êxitos. Os resultados já começaram aparecer...o ataque voltando a funcionar, jogadas pelas laterais...uma zaga apresentando maior solidez(tirando o furo do nobre Manoel no último jogo...rs) e melhorando cada vez mais...O campeonato é bastante desgastante para os jogadores e para a torcida, que além de tudo para assistir os jogos em casa tem que se deslocar cerca de 90km. Mas agora cada vez mais isso valerá à pena pois o técnico do nosso furacão está bem mais munido de alternativas para arrumar a equipe e torná-la cada vez mais competitiva e quiçá vitoriosa. Subir é complicado, tamanha a concorrência com as demais equipes...mas como se trata de um campeonato longo e aonde vários podem tropeçar, torceremos incondicionalmente para que o nosso furacão acabe a competição no mínimo dentre as 4 equipes que terão acesso à série A. Há tempos não se via no furacão uma energia tão positiva...Existe uma grande sinergia entre jogadores, comissão técnica, diretoria e torcida! Logo no início dos trabalhos e ainda mesclando os reforços o técnico Jorginho já conseguir uma sequência de 3 vitórias...Até o nosso ”maestro” Paulo Baier,jogando como um garoto e fazendo valer a promessa que ajudaria o furacão no retorno à elite do futebol...Tudo está conspirando ao nosso favor...A garotada da base cada vez mais se destacando...Agora vai! SRN.à todos e vamos furacãoooo!

quarta-feira, 18 de julho de 2012

O Furacão está chegando ...

Em um jogo de igualdades, nosso Furacão levou a melhor! Para nossa alegriaaa ...
O Furacão entrou em campo na 9ª colocação e o Avaí na 10º. Ambos com 14 pontos na classificação - 4 vitórias, 2 empates e 4 derrotas.
Assim como nos números, a partida entre os dois times no primeiro tempo foi equilibrada. O Rubro-Negro marcou primeiro com Marcelo, após falha do zagueiro do Avaí. O empate dos catarinenses veio também de uma falha, Manoel não conseguiu cortar, a bola sobrou para o atacante Nunes, que deixou tudo igual no placar. Já no segundo tempo, o Avaí partiu para cima tentando a virada. O Furacão se defendeu, e no finalzinho do jogo conseguiu acertar um contra-ataque com Bruno Furlan, que cruzou rasteiro, deixando Marcelo só com o trabalho de tocar para as redes.
Com a terceira vitória seguida, o Furacão se mantém na 9ª colocação, agora com 17 pontos, 3 a mais que os catarinenses. E com 3 a menos que o América-RN, primeiro time dentro da área de classificação para série A.
Jorginho chegou, reforços chegaram e os resultados conseqüentemente, também. Ainda não é o time ideal que queremos ver, mas se os resultados positivos estão vindo, não temos do que reclamar! No próximo sábado, contra o Vitória, segundo colocado na classificação, é hora de buscarmos a quarta vitória seguida. Jogo difícil, mas não impossível. Jogamos “em casa” e com o apoio da torcida atleticana tenho a certeza que vamos continuar embalados para a seqüência do campeonato.
A cada dia, a cada jogo, vejo o Atlético mais unido, como acontecia no começo deste ano. Espero que esta união continue, para que no fim do ano possamos comemorar muito e voltarmos a sentir a alegria que só Clube Atlético Paranaense sabe nos proporcionar.
O Furacão está chegando!

Curiosidade: esta é a segunda vitória do Furacão como visitante, e a segunda contra times catarinenses. Vencemos o Joinville na primeira rodada e agora o Avaí.

#TeSigoEmTodaParte

Beijos e SRN para todos!

Marcelo brilha,faz dois e furacão vence Avaí na Ressacada!

A aposta do técnico Jorginho pela prata da casa Marcelo como atacante titular do Atlético-PR rendeu frutos. Nesta terça-feira, o atacante foi decisivo na vitória da equipe sobre o Avaí pelo Campeonato Brasileiro de Série B ao marcar os dois gols da equipe no confronto que terminou com o placar de 2 a 1 e significou a terceira vitória seguida da equipe paranaense na competição.
Mesmo atuando como visitante, o Furacão aproveitou a primeira chance de destaque do jogo para abrir o placar. Aos 14 minutos, Tiago Adan aproveitou falha de Leandro Silva para tocar para Marcelo, que invadiu a área e chutou com tranquilidade para tirar a bola do alcance de Diego.
Em um belo lance, Mika levou perigo na busca do Avaí pelo empate aos 20 minutos. O volante fez jogada individual, passou no meio de dois marcadores e bateu com força da intermediária para defesa de Weverton.
A defesa do Avaí voltou a falhar três minutos depois, mas Diego foi bem para corrigir o erro e defender finalização de Paulo Baier. Aos 31, quem bobeou foi Manoel, que não retirou a bola da área e permitiu que Nunes chutasse cruzado para igualar a partida.
O Atlético-PR teve a chance de ficar novamente a frente no placar aos 37 minutos após Diego espalmar cobrança de falta direta de Paulo Baier, mas Manoel, na área, não conseguiu boa finalização.
Oito minutos após o retorno do intervalo o meia Cleber Santana recebeu a bola em ótima oportunidade para deixar o Avaí em vantagem no placar, mas Weverton saiu bem para bloquear a finalização do camisa 10 avaiano na área.
A entrada de Bruno Furlan, que substituiu Ricardinho no segundo tempo, se mostrou decisiva aos 37 minutos, quando o atacante avançou pelo lado esquerdo e cruzou para a área. Diego não conseguiu o corte e Marcelo chegou à frente da zaga para tocar a bola em direção ao gol.
Com o resultado, o Atlético-PR chega aos 17 pontos na oitava posição do Campeonato Brasileiro de Série B, enquanto o Avaí fica na décima colocação com dez pontos. Pela próxima rodada, o Furacão recebe o Vitória no sábado, às 16h20 (de Brasília), ao mesmo tempo em que o time catarinense encara o Goiás fora de casa.

terça-feira, 17 de julho de 2012

Elias do Atlético-Go pode acertar também!

O meia Elias, fora dos planos no Atlético-GO, pode reforçar o Atlético-PR na disputa da Série B do Campeonato Brasileiro. O jogador de 28 anos - que tem passagem ainda por Bahia, Vasco, Fluminense, Figueirense e Al Ain-EAU -chega a Curitiba nesta segunda-feira para realizar exames e, se aprovado, assinar contrato com o Furacão. A informação foi confirmada pelo diretor de futebol do Dragão, Adson Batista, ao Blog da Nadja.
- Existe uma negociação em andamento, e as conversas avançaram muito. Faltam detalhes a serem resolvidos, mas o jogador já embarcou para Curitiba para fazer exames no Atlético-PR. Tenho certeza que ele vai se dar bem aí, é um excelente jogador - explicou o diretor de futebol do Atlético-GO.
Se confirmado no Rubro-Negro paranaense, Elias disputa posição com outros quatro jogadores: Harrison, Martín Ligüera, Lucas Sotero e Paulo Baier.

Derley está em Curitiba e também pode acertar

O Náutico perdeu um dos pilares de sua equipe nesta segunda-feira. Fundamental na conquista do acesso para a Série A, em 2011, e na disputa do Pernambucano deste ano, o volante Derley foi até Curitiba para realizar exames médicos e oficializar a sua transferência ao Atlético-PR. O atleta está bem fisicamente e deve se juntar aos seus novos companheiros nos próximos dias.
Emocionado, Derley se despediu do Náutico e viajou com seus representantes para Curitiba. O jogador estava emprestado ao Timbu pelo Internacional e rescindiu o seu contrato com o time gaúcho antes de negociar com os dirigentes paranaenses. Com todos os trâmites burocráticos superados, o volante pôde enfim encerrar as conversas com os atleticanos e chegar a um acerto nesta semana.
Com 25 anos, o jogador chegará ao Atlético-PR sem a titularidade garantida. O técnico Jorginho terá à sua disposição Alan Bahia, Cleberson, Deivid, João Paulo, Renan Foguinho e Renato para a posição e dificilmente deve promover a sua estreia na equipe principal logo após sua chegada. O treinador terá ainda de avaliar as condições físicas de seu mais novo reforço e aguardar sua regularização para cogitar sua escalação no jogo de sábado, contra o Vitória.
Já o Náutico precisará ir atrás de outro jogador para a posição. O técnico Alexandre Gallo vem armando o seu time com três volantes e esperava um parecer oficial de Derley para confirmar a entrada definitiva de Elicarlos entre os titulares. Ao lado do jogador, Martinez e Souza formam o setor de proteção aos zagueiros no meio-campo.

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Novo patrocinador será anunciado em breve!

O Atlético-PR anuncia o lançamento do novo patrocínio, que vai estampar a camisa rubro-negra durante a Série B do Campeonato Brasileiro, para a próxima segunda-feira. O evento ocorre no CT do Caju, com participação de representantes do clube e do novo parceiro. Segundo o site oficial, eles assinam contrato e exibem a camisa atleticana com a nova estampa. O novo patrocinador do Furacão pode ser a Caixa Econômica Federal. O clube e o banco, através da assessoria de imprensa, porém, negam a informação.
O Atlético-PR não tem um patrocinador master desde o ano passado, com o fim do contrato com a Philco.

sábado, 14 de julho de 2012

Relato de um aniversário atleticano. Por Aline

Hoje, no dia em que eu completo meu 18º aniversário eu fui ver meu Atlético Paranaense. Sim, valeu muito à pena se deslocar até Paranaguá para ver o meu clube do coração.Eu que me acostumei com vitórias e derrotas nessa trajetória atleticana, fui presenteada com uma vitória por 2x1, e como sempre, sem moleza. Afinal, nosso time complica jogos fáceis como esse.
O 1x0 no inicio até me enganou e pensei que seriam 3 pontos fáceis, mais o time cochilou e atacantes inoperantes como Tiago Adan (que não deixa de ser ruim só porque fez um gol hoje), não conseguiam aumentar o placar. E então, veio o balde de água fria e o gol do grande ABC.
Depois de algumas mudanças como a saída do velho Baier para a entrada de Liguera e a entrada de Harrison no lugar de Bruno Furlan, a equipe mudou sua postura e buscou mais o 2º gol, mais esbarrava toda hora na falta do tal camisa 9 para concluir. Ai, quase que como um presente, veio o pênalti ridiculo cometido pelo zagueiro Flavio (do ABC) e então, veio o gol da vitória, dos pés do estreante Wellignton Saci.
E assim, mais um aniversário envolvendo o Atlético Paranaense. Mais um dia que agradeço essa dádiva de torcer pelo Rubro Negro Campeão do Paraná. Mais um ano lado a lado com o Furacão, nas derrotas, nas vitórias e nos empates. E espero que assim sempre seja. Sempre com a familia atleticana do lado, sempre com o atleticano da minha vida do lado, sempre com o escudo no peito, acreditando até o final. Ainda dá pra subir e temos que lutar para isso.

Saudações Rubro Negras e Atlético enquanto viver, e depois da morte também!


Aline de Sousa

Com gol do estreante Saci rubro-negro vence ABC em Paranaguá

Com o 2 a 1 sobre o ABC neste sábado, o Atlético-PR chegou à segunda vitória seguida no Campeonato Brasileiro da Série, também a segunda do técnico Jorginho. A equipe, porém, precisou contar com o cartão vermelho de Flávio Boaventura, que agrediu Martín Liguera e cometeu pênalti, para vencer.
O resultado foi muito importante para a equipe de Curitiba, que se livra temporariamente do incômodo de estar à beira da zona de rebaixamento. A vitória também ficou marcada pelo bom desempenho de Wellington Saci, que estreou com gol. Foi o lateral-esquerdo com converteu a penalidade já quase aos 30 do segundo tempo.
Já o ABC, que tinha Ademir Fonseca fazendo apenas a segunda partida no comando, chega a terceira derrota consecutiva e ao quarto jogo sem vitória. A derrota é péssima para a equipe de Natal, que termina a rodada entre os quatro últimos da Série B.
Na próxima rodada, o ABC terá dura missão para se recuperar: recebe o Criciúma, já na terça-feira. No mesmo dia, o Atlético-PR viaja até Florianópolis para enfrentar o Avaí.
O Jogo – Logo aos quatro minutos o Atlético-PR abriu o placar, na primeira chance da partida. O atacante Tiago Adan, sozinho dentro da área, recebeu cruzamento de Maranhão por baixo e colocou a bola entre pernas de Andrey para fazer o gol e sair comemorando.
Dominando a partida, a equipe de Jorginho pressionava o ABC e assustava. Em duas oportunidades, quase ampliou. Aos oito, Bruno Furlán pegou forte de fora e obrigou Andrey a uma boa defesa. Dez minutos depois, Paulo Baier bateu escanteio da esquerda e Cléberson perdeu gol incrível, finalizando pra fora.
Aos 20, a resposta do ABC. Renatinho Potiguar fez boa jogada, driblou dois e tocou para Erivelton, que finalizou fraco. A equipe de Natal conseguiu equilibrar as ações na partida e passou a chegar bem ao ataque. Washington teve uma chance aos 26, mas finalizou muito mal.
O ABC fez valer sua superioridade e chegou ao empate em jogada aérea. Adriano Pardal recebeu cruzamento Erivélton e desviou de cabeça para marcar. Wéverton ainda tocou na bola, mas não conseguiu evitar o primeiro gol do ABC com Ademir Fonseca no comando.
Jorginho voltou para o segundo tempo com Harrison no lugar de Furlán e o Atlético-PR pareceu reagir, mais uma vez impondo pressão sobre a defesa abecedista. Aos oito minutos, Paulo Baier recebeu boa enfiada de Maranhão, mas demorou demais para chutar e permitiu o corte da zaga.
O ABC, porém, não se escondeu. Ademir Fonseca promoveu a estréia de Fernando, que entrou no lugar de Jerson, buscando dar mais criatividade à equipe. A alteração não surtiu muito efeito e o Atlético mantinha mais volume de jogo.
Aos 20, Wellington Saci recebeu passe de calcanhar de Tiago Adan e bateu forte. A bola desviou em Marcelo meio do caminho e saiu pela linha de fundo. Logo na sequência, o lateral-esquerdo desarmou Bileu e puxou o contra-ataque atleticano. Devolvendo o favor a Tiago Adan, Saci coloca o atacante em condição de marcar, mas Flávio Boaventura afasta no momento exato.
Liguera entrou e, no primeiro lance que participou, sofreu pênalti e ainda foi agredido por Boaventura, expulso por Paulo César de Oliveira. Wellington Saci bateu forte no canto esquerdo para desempatar o placar e não deu chances para o goleiro Andrey.
O Atlético-PR, então, passou a controlar completamente a partida. Na tentativa de ampliar, continuou pressionando o ABC, mas não teve mais nenhuma chance clara de gol.

Hoje tem o programa A VOZ DA CAVEIRA. À partir das 13h, na rádio mais AM 1120 KHz, você não pode perder!!! Todos os assuntos referentes ao FURACÃO e a TORCIDA RUBRO-NEGRA.
Você poderá participar ao vivo da programação pelo fone: 0xx41-3282-1110, e também nos enviar críticas, sugestões ou dúvidas, através do nosso e-mail :
avozdacaveira@osfanaticos.com.br ou osfanaticos@redemais.am

É hoje... Parabéns Lininha!!!

É hoje, que nossa querida colunista atleticana Aline de Souza, completa mais um ano de vida!
Desejamos a você Lininha, tudo de melhor!
Muita saúde, paz e muitas felicidades!!!
Beijos dos seus amigos do Espaço Atlético

sexta-feira, 13 de julho de 2012

Pimenta. Por Diogo Rodrigues Manassés

Nos olhos dos outros, é refresco. Ao menos os torcedores sensatos do rival reconheceram uma ajuda considerável no Campeonato Paranaense. Não vi nenhum admitir, mas, no fundo, eles sabem. E gostaram, claro, era pimenta nos nossos olhos. Mas o mundo dá volta, e o mesmo aconteceu, contra eles, nessa Copa do Brasil. Ironicamente, o presidente daquele time reclamou e afirmou que o alviverde (o verdadeiro alviverde) merecia sentir vergonha do título da Copa do Brasil. Hipocrisia pura.

Infelizmente (e isso não é novidade), nos contentamos, nos últimos anos, ao ver a pimenta nos olhos dos rivais. É bem verdade que tivemos muitos motivos para rir deles, por outro lado, pouco para sorrir de felicidade pelo nosso time. Alguns torcedores acreditavam que um título verde-negro nessa Copa do Brasil seria bom, porque forçaria a diretoria a se esforçar mais para, no mínimo, voltar a empatar em títulos relevantes. Talvez isso seja verdade, mas é lamentável pensar que, enquanto eles conseguem chances, nossa chance pode partir do sucesso deles. Se for assim, nunca virá.

Apesar de tudo isso, mais uma vez, verdade seja dita, a diretoria está contratando. Como o futuro do futebol é sempre incerto, sempre existe a possibilidade de jogadores razoáveis (como os que estão vindo) não terem sucesso aqui. Não seria a lógica, mas é possível. Na lógica, esses reforços que estão vindo ajudarão o Furacão a retornar à série A, já com um time-base (quem sabe com um técnico que permaneça, pois praticamente todos os times campeões tentam manter o técnico e a base). Na lógica, o futuro é bem melhor que a decepcionante realidade atual. Cenas dos próximos capítulos.

Em tempo: se Paulo Baier é um jogador ruim, qual o motivo de ele fazer tantos gols? Se os gols que ele faz são tão fáceis, por que outros jogadores não têm o mesmo êxito? Criticar é fácil e até legítimo, mas deve ser feito com cuidado, ainda mais com um jogador que, diferentemente de boa parte dos que passaram por aqui, sempre se dedicou e honrou a camisa.

Em tempo 2: acaba de sair a notícia, ainda extra-oficial (não confirmada pelos envolvidos formalmente), de que a Caixa Econômica Federal será o novo “patrocínio master” do Furacão (como fez a Philco há não muito tempo). Se isso se confirmar, considero elogiável. Que seja um patrocínio duradouro e feliz para ambos. A foto da camisa que surgiu na internet é linda, como sempre. Aguardemos. SRN.


quinta-feira, 12 de julho de 2012

A maré vai virar e mudar pra melhor! Por Célio

Galera rubro-negra, falar do furacão após uma vitória mesmo magrinha, é ótimo! Afinal o que interessa são os 3 pontos. A partida de terça foi fraca mas com o resultado que queríamos! O time começou a ganhar forma e vêm desempenhando um futebol mais convincente a cada apresentação. O técnico Jorginho está começando a fazer com que a equipe comece a ter uma postura de reação. A nossa diretoria está trabalhando e reforços vêm chegando aos punhados...Alguns já inclusive estrearam e vários aguardam a regularização dos contratos junto à CBF para estarem à disposição do técnico Jorginho nessa temporada. Bons nomes vêm sendo apresentados e todos esperamos que venham suprir as carências da equipe e que possam nos ajudar. Um time praticamente, inteiro está sendo contratado. São jogadores para as posições que o furacão mais vinha carecendo...como as laterais,meia,gol, zaga e ataque...Ou seja será praticamente montada mais uma equipe. A intenção é que a equipe tome forma e comece em breve recuperar a colocação e chegar ao G4 e se possível de lá não sair mais até o final do campeonato. É complicado apoiar incondicionalmente o furacão como faz a nossa torcida, pelo fator distância da nossa casa temporária, mas precisamos continuar apoiando e acreditando. A situação não é confortável mas precisamos continuar apoiando e acreditando que com essa “virada na maré” o time ainda conseguirá levar o furacão à série A novamente! Sábado estaremos na nossa “casa temporária” mais uma vez para apoiar nosso furacão em mais uma batalha, rumo a conquistar 3 pontos e continuar subindo na classificação. SRN.à todos e até sábado!

quarta-feira, 11 de julho de 2012

Vencer, vencer e vencer! Por Luana

O Furacão voltou a vencer, após um jejum de 5 jogos. Contra o Ipatinga, na noite de terça-feira, o Rubro-Negro somou mais três pontos na tabela, com uma vitória magra de 1x0.

E o resultado mostrou bem o que foi o jogo. Sem grandes chances, com o ‘futebolzinho’ ruim que já vem de partidas anteriores, conseguimos abrir o placar logo no início do jogo. Após chute cruzado de Ricardinho, o goleiro Bruno rebateu e a bola sobrou na cabeça de Paulo Baier - que marcou seu 4º gol no Campeonato Brasileiro e fez a alegria da torcida.

O primeiro tempo seguiu assim: com poucas jogadas de ataque, mas com o Furacão dominando a partida. Já na segunda etapa, o futebol que já não era dos melhores resolveu piorar. A equipe mineira começou a atacar em busca do empate, mas o Rubro-Negro segurou a pressão e apenas administrou o resultado. Com a vitória, saímos da ZR e estamos em 12º colocados, com apenas 11 pontos.

Vencer o Ipatinga era obrigação, a equipe deles é a penúltima colocada na classificação e se continuar assim tem grandes chances de rebaixamento. Vencemos, ótimo! Mas agora é pensar no próximo jogo contra o ABC, que também será em “casa”. Está na hora da torcida lotar o Gigante do Itiberê, apoiar, torcer e vibrar com o Furacão.

A vitória de ontem veio em boa hora, para trazer novamente a motivação para nós – mesmo com a péssima apresentação. Falta muita coisa para se fazer, mas acredito que dê para subir este ano ainda! A caminhada vai ser longa, mas com os reforços que chegaram e ainda vão chegar, com a dedicação de todos do clube e principalmente com o apoio da torcida, vamos levar o Clube Atlético Paranaense de volta à primeira divisão do Brasileiro.

Cada jogo será um ‘batalha’ e temos que vencer todas elas!

#TeSigoEmTodaParte

Beijos e SRN para todos!


terça-feira, 10 de julho de 2012

Atlético vence o Ipatinga e deixa a ZR

Há cinco jogos sem vencer e na zona de rebaixamento da Série B, o Atlético não podia pensar em outro resultado que não a vitória diante do vice-lanterna Ipatinga, na noite desta terça-feira, no Gigante do Itiberê. E foi o que aconteceu! Com um gol de Paulo Baier, o Furacão venceu por 1 a 0 o adversário mineiro e subiu para a 12ª colocação do Brasileirão.

Zagueiro Renato Chaves ex Lusa é mais um reforço

O zagueiro Renato Chaves, que tem passagem pela Portuguesa e é uma indicação do técnico Jorginho, é o novo reforço do Atlético-PR para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro. O jogador de 22 anos - comandado pelo atual treinador rubro-negro no ano passado - tem passagem ainda por Corinthians, Bahia e Figueirense, além de convocações para defender a Seleção Brasileira Sub-20. A chegada de Renato Chaves, que já realiza exames médicos no CT do Caju, acirra a disputa por uma vaga na defesa rubro-negra. Além do camisa 3 Manoel, titular absoluto, Jorginho conta com outras cinco opções para o setor: os experientes Luiz Alberto e Rafael Schmitz, o jovem Bruno Costa, o recém-contratado Alex Moraes e o volante Cleberson, que atua improvisado na zaga.

segunda-feira, 9 de julho de 2012

Com Marcelo, Atlético treina no 4-3-3

No último treino realizado antes da partida contra o Ipatinga, nesta terça-feira (10), no Gigante do Itiberê, em Paranaguá, o técnico Jorginho poderá ter problemas no setor de marcação.\
O volante Deivid, titular intocável do Furacão, sentiu dores no joelho e foi poupado do treino. Apesar de não ter entrado em campo no CT do Cajú, o volante deve passar por uma reavaliação para descobrir se terá condições de viajar para Paranaguá.
No treino, o comandante Rubro-Negro promoveu a entrada do prata da casa Renato, participando dos trabalhos na equipe titular. O time que treinou, armado no 4-4-3, foi: Weverton; Gabriel Marques, Manoel, Luiz Alberto e Bruno Costa; Renan Foguinho, Renato e Paulo Baier; Marcelo, Ricardinho e Tiago Adan.
A equipe reserva teve a presença dos laterais recém-contratados, Daniel e Wellington Saci, do volante Alan Bahia, até então titular do Furacão, dos meias Liguera e Harrison, e dos atacantes Fernandão e Taiberson.

Desfalques certos

O Furacão tem três desfalques certos para o jogo desta terça-feira (10), contra o Ipatinga. No Departamento Médico do clube, Bruno Mineiro e Héracles continuam se tratando. Além deles, o zagueiro Cleberson recebeu o terceiro cartão amarelo no último sábado (07) e não participa da partida.

Cada rodada fica mais difícil Por Aline de Sousa

E lá estamos nós, na zona de rebaixamento, tomando sufoco de um tal de América Mineiro. Perdendo pontos que podem custar o acesso à série A (sim, a sonhadora aqui ainda acredita). Levando um banho de bola de um time que caiu junto conosco ano passado e que veio à pouco tempo da série C. É inaceitável, é inacreditável. Eu pelo menos, não consigo assimilar. É muita informação para minha cabeça e muito desgosto para meu coração rubro negro.
Tentando ser otimista podemos até dizer que voltamos com outra postura para o segundo tempo, mais ai, com 2x0 pro América já, chegamos só ao empate. Isso que a entrada de Marcelo deu um gás no time e com jogadas individuais, podiamos ter virado e conseguido os suados 3 pontos. Mais não deu. A mexida feita pelo técnico Givanildo do time mineiro foi o que decidiu a partida. E assim, perdemos para o time fraquissimo que está na liderança dessa desastrosa série B.
Tiago Adan, Bruno Costa, Alan Bahia (se arrastando) e companhia, estão acabando com o nosso Atlético. Em diversos momentos do jogo, parecia mais um amontoado de homens em campo, do que um time de futebol. E detalhe: com a folha salarial mais cara dessa segunda divisão, que para nós, vem sendo ridicula. E agora, veremos terça como jogaremos ''em casa'' para saber como será nossa sequência com o Jorginho no comando. Com esses caras cochilando em campo, o desânimo é inevitável.
Saudações Rubro Negras e que ainda reste um bom final de semana para nós, bem longe dos programas futebolísticos, é claro!

sábado, 7 de julho de 2012

Lateral direito Maranhão será mais um reforço até o final do ano!

Maranhão, do Santos, deve ser o novo reforço do Atlético-PR para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro. No clube praiano desde o começo de 2010 e com contrato até o fim de 2013, o jogador de 26 anos deve acertar com o Furacão, por empréstimo, até dezembro de 2012.
Hoje tem o programa A VOZ DA CAVEIRA. À partir das 13h, na rádio mais AM 1120 KHz, você não pode perder!!! Todos os assuntos referentes ao FURACÃO e a TORCIDA RUBRO-NEGRA.
Você poderá participar ao vivo da programação pelo fone: 0xx41-3282-1110, e também nos enviar críticas, sugestões ou dúvidas, através do nosso e-mail :
avozdacaveira@osfanaticos.com.br ou osfanaticos@redemais.am

sexta-feira, 6 de julho de 2012

O volante João Paulo é o mais novo reforço do furacão!

O volante João Paulo Silva é o novo reforço do Atlético-PR. O jogador, titular em sete jogos pela Ponte Preta na Série A do Campeonato Brasileiro, reforça o Furacão na disputa da Série B. A informação é do site oficial do clube campineiro, que afirma que a transferência é uma vontade do próprio jogador. Na Macaca, João Paulo Silva disputou 64 partidas - com 20 vitórias, 16 empates e 18 derrotas - e marcou cinco gols.
O jogador de 27 anos, natural de Curitiba, passou ainda por São Caetano, Força Sindical-SP, São José-SP, Londrina-PR, União Barbarensde-PR, América-SP, Iraty-PR, Paraná Clube, Avaí e Albirex Niigata-JAP.
No Atlético-PR, João Paulo Silva disputa posição com outros cinco volantes: Alan Bahia, Cleberson (que atua improvisado como zagueiro), Deivid, Renan Foguinho e Renato.

quinta-feira, 5 de julho de 2012

Contrato do zagueiro Luiz Alberto é regularizado e ele fica à disposição!

O zagueiro Luiz Alberto teve o nome publicado no BID (Boletim Informativo Diário) e fica à disposição do técnico Jorginho para estrear com a camisa rubro-negra. O jogador treinava no CT do Caju desde o começo de junho, mas, por problemas de documentação, teve de esperar quase um mês para ser registrado. O vínculo dele com o Furacão é até dezembro de 2012.
Antes de chegar ao Atlético-PR, o carioca Luiz Alberto, de 34 anos, passou por Flamengo, Fluminense, Boca Juniors-ARG, Saint-Étienne-FRA, Real Sociedad-ESP, Internacional, Atlético-MG, Santos, Duque de Caxias e Boavista.
No clube paranaense, ele disputa posição com Bruno Costa, Cleberson (volante improvisado), Manoel, Alex Moraes e Rafael. O próximo compromisso do time é contra o América-MG, às 16h20m (horário de Brasília) de sábado, no Estádio Independência, pela Série B do Campeonato Brasileiro.

Reforços, eis a questão... por Célio.

Olá galera rubro-negra, finalmente nossa diretoria acordou e começaram à ser noticiadas a vinda de alguns reforços para o nosso furacão. O mercado é escasso e também até mesmo porque ninguém quer vir jogar na série B é normal, mas podemos contar somente com jogadores da segundona mesmo. Mas começaram à pintar novos nomes como o do lateral esquerdo Welington Saci,ex Vitória(Ba), que já passa por exames no furacão, Willian Batoré...porém este último foi apenas especulado mas a contratação esfriou e o jogador não virá mais para o furacão por um problema do agente do jogador com a direção do Atlético goianiense. Mas ainda existe um nome sendo “ventilado”, o volante João Paulo da Ponte Preta, o qual inclusive o furacão já apresentou proposta de contratação. Esse jogador já teve passagem pelo futebol paranaense, tendo jogado no Londrina , Irati e Paraná Clube. Porém ainda é muito pouco... A série B é muito concorrida e o desgaste dos atletas é enorme, pois não só os jogos, mas o deslocamento geralmente é bastante grande para a equipe. Na contramão o jogador Renan Teixeira deixou o furacão e acertou com o Sport. A boa notícia é que as categorias de base continuam revelando ótimos valores que vem sendo promovidos à equipe principal. Um dos recém-contratados que estava na equipe sub-23 já figurou na equipe principal. O jovem zagueiro Alex Moraes já figurou no banco na partida contra a equipe do Bragantino, e espera agora uma nova oportunidade. Precisamos continuar acreditando que as coisas vão melhorar ainda mais e que nosso furacão engrenará rumo à série A. Vamos furacãooo! SRN à todos...

quarta-feira, 4 de julho de 2012

Está na hora de mudanças! Por Luana

O futebol do Furacão está sendo deixado de lado. A cada dia, a cada rodada, vemos um futebol cada vez pior. Mas a Arena da Baixada está lá sendo terminada para Copa do Mundo - temos saudades sim da Baixada, queremos vê-la terminada e com certeza teremos orgulho de sediar uma Copa do Mundo aqui – mas de que adianta ter um estádio de primeira, tendo um time de segunda? Me desculpem a expressão, mas é o que está acontecendo com o nosso time. O futebol está ‘largado’, os torcedores chateados, o elenco então, cada dia mais desmotivado. Além de tudo isso, para apoiar o nosso amado Rubro-Negro temos que ir até Paranaguá, não está fácil torcer, mesmo!

O nosso coração atleticano está ferido, mas somos fanáticos por este clube e, apesar de tudo, jamais vamos abandoná-lo, ainda mais nestas circunstâncias.

As mudanças têm que acontecer já, ou melhor, para ontem!

E isto tem que começar pela diretoria. O primeiro passo já foi dado, Orlandelli não é mais diretor de futebol. Jorginho chegou e parece ter compreendido do que o time precisa – REFORÇOS. Agora é hora de dar o segundo passo, trazer jogadores de qualidade, que venham não apenas para somar, mas para serem titulares (porque de ‘tiriças’, já bastam os tantos que tem no CT do Caju). A série B é difícil, há quem diga, que mais ainda do que a série A. Está na hora de se mexer e fazer o Furacão voltar a ser temido e respeitado pelos adversários. Já são 4 jogos sem vencer e sem marcar gols, além disso estamos mais perto da série C do que da série A, na classificação. Triste realidade!

Espero voltar aqui na semana que vem e poder escrever notícias boas, porque de ruins já temos bastante. No sábado, nosso adversário é o América-MG, terceiro colocado na classificação. Jogo difícil, no novo estádio Independência, casa do coelho.

Seguimos torcendo, para que o Clube Atlético Paranaense encontre novamente o caminho das vitórias, e faça a torcida voltar a sorrir.

#TeSigoEmTodaParte

“Vamos Furacão,

Viemos pra vencer,

por Deus, pela Pátria,

pelo Atlético, até morrer .. “

Beijos e SRN para todos!

terça-feira, 3 de julho de 2012

O lateral Wellington Saci deve ser mais um reforço!

Wellington Saci não faz mais parte do elenco do Vitória. Na tarde desta segunda-feira, o jogador esteve na Toca do Leão para se despedir dos funcionários do clube e acertar a rescisão contratual com o time baiano, onde estava emprestado. O jogador foi devolvido ao Corinthians, que vai repassá-lo para o Atlético-PR, por onde também disputará a Série B do Campeonato Brasileiro.

segunda-feira, 2 de julho de 2012

William Batoré pode ser o novo atacante do Atlético

Com várias peças para o ataque do Furacão, a diretoria não para de buscar melhorias para o setor que não faz gols há um mês. O nome da vez é do atacante William Batoré, ex-Avaí, Santos, Coritiba e atualmente no Atlético-GO.
O jogador não vem sendo utilizado no Rubro-Negro goiano já que o clube conta com Marcão como seu camisa 9. O contrato do centroavante, entretanto, vai até 2014 com o clube de Goiás.
O Atlético deve oficializar a contratação do atacante de 29 anos nos próximos dias