segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Amigos leitores,
Esse ano que se passou, mostrou a fragilidade de uma diretoria incompetente, que culminou na queda do Atlético, para a ridícula segunda divisão. Lugar esse, que há 16 anos não conhecíamos o caminho.
Que esse ano, seja esquecido o mais rápido possível e que 2012, seja um ano de reformulação e de muitas vitórias.
Que nosso Atlético, volte a ser GIGANTE!!!

Logo voltaremos com todas as notícias do Atlético, nosso grande e eterno amor!!!

Feliz 2012!!!

sábado, 24 de dezembro de 2011

Adeus 2011. Por Aline

A coluna de hoje tem um gosto diferente. É a última vez que venho falar do grande amor da minha vida aqui, em 2011. O clima de fim de ano remete uma série de sentimentos: alegria, tristeza, saudade e a esperança de dias melhores.Afinal, QUEEE ano horrível, meus amigos. Sorte que está acabando.
Ano complicado para o Furacão, desde o primeiro jogo da temporada. Passamos por poucas e boas, mas não desistimos. Mostramos a cada jogo em Curitiba - e fora também - o tamanho do amor que move cada músculo do nosso corpo, em direção a qualquer canto em que o Atlético vá jogar.Nação atleticana, vocês são meu orgulho!
Vimos o reflexo de uma administração horrorosa, sem pulso e sem comprometimento com a nossa paixão, decretar um retrocesso no clube. Mesmo assim, quase 5.000 pessoas foram às urnas, decidir a nova presidência. Quanto amor!
Vimos os guerreiros, que há exatos 10 anos nos deram a maior alegria na trajetória atleticana até hoje, voltarem à Baixada, para comemorar aquele memorável 23 de dezembro. Esperamos que outros natais como aquele, existam.
Agora é hora de refrescar a cabeça. Preciso disso, pois sinto que diminui algumas horas do tempo de vida do meu coração, com o que o Atlético Paranaense fez comigo esse campeonato. Espero que chegue logo dia 22 de janeiro para reencontrar o Furacão, porque a saudade já aperta o peito. E que possamos ter um ano muito, mais muito melhor. Que 2012 seja o ano da reformulação do Rubro Negro. Que seja um ano melhor para minha família e meus amigos. Que Deus esteja no comando de nossas vidas e nos conduza ao caminho da vitória.

Feliz Natal e um 2012 VITORIOSO. Peço a Deus saúde para todos nós buscarmos nossos objetivos! Fiquem com Deus e até breve...


Aline de Sousa

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

O melhor. Por Diogo Rodrigues Manassés

Há exatos dez anos, o Clube Atlético Paranaense foi Campeão Brasileiro. Como disse a jornalista (cujo nome eu desconheço) no Globo Esporte daquele ano (disponível aqui: http://www.youtube.com/watch?v=FoT_IeuP7hw&feature=related), o Furacão foi, nada mais, nada menos, que “o melhor time brasileiro em 2001”. O primeiro campeão brasileiro do milênio! Os heróis daquele fantástico ano JAMAIS serão esquecidos (mesmo os que retornaram recentemente e não tiveram bom desempenho, ou saíram de maneira inexplicavelmente triste). O que cada um dos jogadores do elenco e Geninho fizeram entrou para a história. Estarão para sempre nos corações rubro-negros. Seremos sempre gratos (essa é uma “tecla” na qual eu sempre “bato”, pois, lamentavelmente, temos muitos torcedores ingratos) àqueles guerreiros. De Flávio a Alex Mineiro (aquele que fez 8 gols em 4 jogos), de Gustavo a Cocito, de Kléberson a Kléber. Agradecemos a eles a estrela dourada que com tanto orgulho exibimos na linda camisa rubro-negra.
O Furacão foi o melhor time brasileiro em 2001. Mas sempre será o melhor time para o torcedor. Mesmo temporariamente fora da elite, mesmo perdendo o campeonato regional, mesmo com elencos sofríveis, o Clube Atlético Paranaense SEMPRE será, para a sua mais que apaixonada torcida, o melhor clube de futebol do mundo. É evidente que queremos o Furacão vencendo o Mundial Interclubes, promessa feita por Petraglia. Mas, mesmo sem ainda ter ganhado, o CAP já é o melhor time do mundo. Para todos nós torcedores.
Parabéns a todos os responsáveis pela inesquecível campanha de 2001 por seus 10 anos, aniversário que também é da torcida, que foi presenteada por um título mais que merecido. E aguardemos, porque mais virão. SRN e um feliz Natal a todos.

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

2012 um ano para ressurgirmos “das cinzas” Por Célio

Este ano entrou para a história como um ano para ser esquecido por todos! Insucessos e mais insucessos ocorreram! Contratações mal feitas, resultados não alcançados, conseguiram nos humilhar (os verdes) dentro de nossa própria casa... TUDO isso em função da má administração que tomou o furacão! Mas enfim passou toda essa tempestade de 2011. Ao menos conseguimos finalizar esse ano maldito para o Clube Atlético Paranaense com uma demonstração muito grande de democracia aonde tivemos uma eleição com duas chapas concorrentes e um número de sócios aptos à votar maior do que o de muitas cidades. Nessa eleição prevaleceu o bom senso do povo atleticano. A chapa que acabou sendo eleita foi a de oposição, a CAPGIGANTE e reconduziu assim o grande Mario Celso Petraglia para a condução do nosso furacão. Juntamente à ele o novo presidente do conselho deliberativo “Tataio” Bettega. Atleticanos de verdade e comprometidos até o fim para tornar o furacão novamente uma potência, o fazendo ressurgir das cinzas! Com um planejamento detalhado e acertado já iniciaremos o ano em busca do título paranaense. Esse será só o início de um ano vitorioso que terá como meta o retorno à elite do futebol brasileiro, na série A .Nessa balada e com o apoio de toda nação rubro-negra e da massa fanaticana a diretoria reconduzirá o furacão para seu” lugar de direito”. SRN. à todos e um ótimo Natal e que DEUS continue nos abençoando sempre!

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Petraglia promete não vender atletas da base

"Só traremos novos jogadores depois da contratação do diretor de futebol e da comissão técnica", afirmou o presidente do Furacão em sua página pessoal no Twitter (@petragliamc), prometendo que todas essas contratações serão feitas "o mais breve possível". "Estamos trabalhando, logo teremos novidades, aguardem, quando anunciarmos já estarão contratados! Nada de promessas vãs", explicou.
Em conversa com alguns usuários do microblog, Petraglia prometeu segurar o zagueiro Manoel e não vender mais nenhum atleta formado nas categorias de base do Atlético. "Não venderemos nossos jogadores, Manoel ficará no CAP", escreveu o dirigente. "Aguardamos a volta dos emprestados para analisarmos o grupo como um todo! Jovens e formados na casa não mais venderemos", completou.
Ainda trocando mensagens com torcedores do Atlético, Petraglia revelou que procurou o meia Jadson, mas o alto valor pedido pelo Shaktar Donetsk, dificultou a negociação. "O Jadson tentamos e o clube só vende, Euros 6mm, não temos grana, teremos de pagar o Morro, U$ 5mm. O Alessandro (lateral direito campeão brasileiro em 2001 e dispensado pelo Botafogo) não pensamos", disse o presidente.
Por fim, Petraglia garantiu que vai tentar devolver ao Nacional do Uruguai o atacante Santiago García, contratação mais cara da história do futebol paranaense e que pouco correspondeu em campo: "O Guerron, Nieto e Morro tem contratos com multas enormes... teremos que engolir! O El Morro tentaremos devolver".

Novo ano, novas conquistas ... Por Luana Kaseker

Acho que assim como eu, a torcida atleticana quer esquecer este ano de 2011, onde tudo, tudo mesmo, deu errado. 2012 vem aí e com ele novas ambições, novos projetos, nova diretoria, jogadores, técnico e novo campeonato, que há tempos o Clube Atlético Paranaense não disputava.

Espero ver meu Atlético novamente na elite do futebol brasileiro já em 2013, mas para isso é preciso uma revolução no futebol, que neste ano foi lamentável, o destino fez com que o Furacão caísse mas tenho a certeza que foi para que ele possa voltar ainda mais forte.

Além de tudo ficaremos sem nossa casa, a já belíssima Arena da Baixada que ficará fechada durante dois anos para se transformar em palco de jogos da Copa do Mundo de 2014, no domingo a torcida atleticana pode vê-la pela última vez assim, ainda incompleta mas nosso orgulho, com o jogo comemorativo entre os campeões de 1995 x os campeões de 2001, jogo que acabou com vitória dos campeões de 2001 por 1 x 0 gol de Adauto.

Antes de qualquer coisa temos que pensar no paranaense, que começa daqui a um mês, é hora de mostrar que o ano será de conquistas, conquistando-o primeiramente e com isso montar um time forte para a disputa da série B, sendo campeões ou não o importante e voltar a série A já em 2013, lugar de onde o Furacão jamais deveria ter saído.

Vamos com tudo neste 2012 e que venham as conquistas!

Feliz Natal e SRN para todos.


terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Alessandro, tem vontade de voltar ao Atlético

Alessandro foi muito bem recebido pelo torcedor atleticano na Arena da Baixada, e em entrevista à Banda B, não descartou voltar a vestir a camisa rubro-negra. "Hoje eu estou de férias, mas se tiver essa oportunidade de voltar ao Atlético eu jamais iria recusar. Eu tenho um carinho enorme por esse clube, o que esse grupo fez aqui em 2001 vai ficar marcado para sempre. Agora não existe nada, não recebi nenhum convite. Eu estou sempre torcendo para o Atlético e não pensaria duas vezes em voltar para cá. Gosto muito do clube e da torcida", afirmou.

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Jadson não descarta voltar a vestir a camisa do Atlético "em um futuro próximo"

No jogo festivo em homenagem aos 10 anos do título brasileiro do Atlético, um dos atletas mais aclamados pela torcida que compareceu à Arena da Baixada foi o meia Jadson, convidado a integrar o time campeão da Série B de 1995. Revelado nas categorias de base do Furacão, Jadson conduziu o clube ao vice-campeonato brasileiro de 2004, e desde então, joga no Shaktar Donetsk, da Ucrânia.
Os gritos vindos da arquibancada da Arena eram de "volta Jadson". Depois de sete anos na Ucrânia, o atleta está decidido a deixar o país europeu e atuar em outro clube a partir de 2012. O Liverpool e o Arsenal, ambos da Inglaterra, já demonstraram interesse em contar com o meia para a próxima temporada. Mesmo assim, Jadson não descartou voltar a vestir a camisa rubro-negra daqui alguns anos.
"Fico feliz de ver o carinho da torcida, reconhecendo o que eu fiz aqui. Quem sabe num futuro próximo eu possa retornar para o Atlético, para poder dar mais alegrias para essa torcida. Eu considero esse clube a minha casa", afirmou Jadson, feliz em ter participado do jogo de ontem, com tantos ídolos do Furacão em campo. "Eu fiquei muito feliz de reencontrar a torcida, de voltar à Arena da Baixada depois de sete anos, de poder jogar com tantos ídolos do Atlético", completou o meia, em entrevista à Banda B.
A intenção, segundo ele, é retornar ao futebol brasileiro. Pelo Twitter, Jadson também contou que teve uma conversa informal com o presidente eleito do Furacão, Mário Celso Petraglia, antes do pleito do último dia 15 de dezembro.
“Conversei com o pessoal de lá [do Shakhtar Donetsk] e deixei bem claro que meu desejo é sair. A conversa [com o Mário Celso Petraglia] foi verdadeira. Ele é um amigo, mas nada sobre contrato. Se um dia puder voltar, volto com muito amor”, afirmou o jogador no microblog.

domingo, 18 de dezembro de 2011

Agora vem a cobrança. Por Everton Furtado


Muito bem. Meus parabéns Petraglia, é o nosso novo presidente, confesso que torci para sua chapa, pois admirava a sua gestão desde a sua campanha passada, mas agora vem o trabalho. Acredito que esse período afastado do futebol te deu um visão melhor sobre o mundo do futebol, embora esteja desatualizado em relação ao mercado, mas acho que uma pessoa visionária como você não tem como esquecer como se luta de verdade por um clube. Embora todos estejam feliz com a sua volta, tá tudo bem nem todos, mas falo pela grande maioria, você deve estar ciente que vem as cobranças, deve estar ciente que em 2012 temos que voltar a qualquer custo pra série A, e de preferência campeões, já que não tem time a nossa altura na série B. Eu gostei particularmente da sua promessa no início da campanha, assim como bananacéli disse que investiria em futebol e não em tijolos e não fez nada do que ele falou, agora terá de cumprir a promessa que em dez anos o Furacão será campeão mundial, essa cobrança virá com certeza. Acredito que nossa marca voltará a ser exposta, nosso time voltará a ser temido e a nossa casa voltará a impor respeito, embora não goste do fato do Furacão depender sempre do Petraglia, fico feliz pelo fato de enquanto não aparecer um melhor ficaremos com um cara que administra o clube com mão de ferro, esse negócio de tentar ser cavalheiro no mundo do futebol aonde você tenta ser legal enquanto todos planejam te açoitar por trás é coisa de amadores, e nesse caso fico feliz do nosso novo presidente não ser assim, com ele o clube volta a não ter frescuras e aquele que não nos respeitar, seja jogador metidinho, técnicos, imprensa, times do eixo rio-sp conosco não tem vez.

Marcelo Oliveira deixa o Atlético

O volante Marcelo Oliveira é a primeira baixa do Atlético para 2012. O jogador, que tem seus direitos econômicos vinculados ao Corinthians e estava no Furacão por empréstimo acertou sua transferência ao Cruzeiro. O jogador chega na semana que vem a Belo Horizonte para realizar exames e, se aprovado, ser emprestado ao time mineiro por dois anos.

sábado, 17 de dezembro de 2011

A democracia decidiu o futuro da nossa paixão. Por Aline

E no dia 15 de dezembro de 2011, quase 5.000 pessoas decidiram o futuro do nosso Clube Atlético Paranaense para o próximo triênio. A votação que deu a vitória a CAPGIGANTE, não teve nada de incomum. Como já imaginado, Mario Celso Petraglia recebeu uma nova chance de assumir o Conselho Administrativo, agora com Tataio Bettega comandando o Conselho Deliberativo.
A torcida Rubro Negra, em um sinal de democracia e amor incondicional ao Furacão, elegeu o que achava melhor para o Clube. Agora vamos aos trabalhos, porque não será nada fácil nosso 2012. Mesmo na segunda divisão, a ideia é aumentar o número de sócios torcedores, mostrando a fidelidade incontestável dessa nação. Outra proposta da campanha é trazer duas pessoas capacitadas para o departamento de futebol, que esteve abandonado nesses últimos anos. Segundo dizem, os possíveis nomes estão entre os melhores profissionais do país. Vamos aguardar.
Nos prometeram prioridade ao futebol, nessa gestão. E é o que todos queremos. Não vale nada ter um superávit altissimo e estar em dívida com quem mais merece retorno: o torcedor. Agora é a hora de sofrer uma segunda revolução, como aquela que Petraglia iniciou em 16 de abril de 1995 e nos trouxe a grandeza que temos hoje. Deixo bem claro, como já disse outras vezes que NÃO SOU PETRAGLISTA, sou Atleticaníssima e só desejo o melhor para a instituição que tanto amo.
Que o sucesso volte, porque o CAP, já é GIGANTE. Saudações Rubro Negras!

Aline de Sousa
Hoje tem o programa A VOZ DA CAVEIRA. À partir das 13h, na rádio mais AM 1120 KHz, você não pode perder!!!
Você poderá participar ao vivo da programação pelo fone: 0xx41-3282-1110, e também nos enviar críticas, sugestões ou dúvidas, através de nosso e-mail :avozdacaveira@osfanaticos.com.br ou osfanaticos@redemais.am .Também pela internet, você poderá acompanhar o programa "ao vivo" clicando no link: http://redemais.am/ .
O ESPAÇO ATLÉTICO APOIA A TORCIDA ORGANIZADA OS FANÁTICOS.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

MCP voltou!!! Por Diogo Rodrigues Manassés

Como era previsto, a chapa CAPGigante venceu as eleições de 2011 do Clube Atlético Paranaense. No twitter e no facebook, confesso que fiquei muito satisfeito com o resultado, e também, como torcedor, empolgado, pois realmente acredito que as alegrias agora voltarão. Quem ganhou não foi o Petraglia ou a chapa CAPGigante (que ficou um bom tempo nos trending topics do twitter), mas o torcedor atleticano (ao menos é o que esperamos). Quem perdeu foi um certo time alviverde paranaense. Aliás, desde já devemos economizar para podermos pagar viagens internacionais para as próximas lindas campanhas internacionais que faremos, para vermos nosso time campeão mundial. Afinal, é essa a promessa, não?
Alegria, muita alegria. Satisfação. Empolgação. Otimismo! Mas também cobrança. As promessas foram de alto nível, algo que o torcedor queria ouvir. Algo que o torcedor acredita. Que espera. E que cobrará. Para isso precisamos sim de uma oposição que saiba sim exercer bem o seu papel. Somos todos atleticanos e queremos o bem do clube, justamente para isso precisamos de uma dicotomia política interna. Dois lados contrapostos: situação e oposição. Mas todas as vozes ecoando o hino do Furacão (como, aliás, aconteceu no dia da votação).
Desde cedo escolhi meu lado, fui gigante na campanha. Mas, antes de qualquer coisa, sou atleticano. Estaria pronto para torcer e ajudar como fosse possível a outra chapa, se fosse eleita (o que – a meu ver felizmente – se tornou improvável). Tanto faz o lado escolhido, porque todos estão voltados para o bem do Furacão. Isso só não significa omissão. Garanto que não vou omitir as críticas que considerar pertinentes.
Em uma mistura de empolgação, alívio, satisfação e otimismo, meus pensamentos se confundem no presente momento. Aliás, nem deve ser momento para análise racional. Só para otimismo e união. Ao menos por enquanto. Cobranças sim, mas no momento certo. Agora é aguardar por um triênio magnífico, que estou certo que vai se concretizar. SRN.

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Agora é com ele!!!!

A chapa de oposição "CAP GIGANTE" foi a grande vencedora das eleições do Atlético, realizadas ao longo desta quinta-feira, na Arena da Baixada. Por 3213 (67%) votos a 1565 (32%) votos da chapa "Paixão pelo Furacão", Antônio Carlos Bettega assume o Conselho Deliberativo do Furacão, enquanto o ex-presidente Mário Celso Petraglia volta a presidir o Conselho Administrativo do clube.
A posse do Conselho Deliberativo aconteceu logo após o resultado oficial, e nesta sexta-feira, os conselheiros vão aclamar o presidente do Conselho Administrativo, que neste caso é Mário Celso Petraglia. A votação aconteceu com muita tranquilidade das 10h às 19h, na Sala Vip da Arena, assim como a apuração ocorreu sem incidentes, na sala de aquecimento do vestiário um do estádio.
O retorno de Petraglia
Com uma campanha monstruosa e amplamente divulgada em toda a cidade, com direito à presença de diversos ex-jogadores do time campeão brasileiro de 2001, Petraglia investiu pesado em seu retorno à presidência do Atlético após três anos de mandato de Marcos Malucelli. Além de presidir o clube, o dirigente terá a missão de comandar a comissão montada para tocar as obras da Arena para a Copa do Mundo de 2014.
Conhecido como o maior dirigente da história do Furacão, Petraglia começou a trabalhar no Atlético em 1995, naquela conhecida "virada de mesa" após uma goleada por 5 a 1 para o Coritiba. O dirigente investiu no patrimônio do clube, construindo a Arena da Baixada e o CT do Caju, e teve participação direta na conquista do Campeonato Brasileiro de 2001, no vice-brasileiro de 2004 e no vice da Libertadores em 2005.
Desgastado, se afastou do futebol em 2008, quando o Atlético corria risco de rebaixamento e escapou apenas na última rodada do Brasileirão. Ao fim daquele ano, ajudou a eleger Marcos Malucelli, mas logo se desentendeu com o presidente eleito, deixou a diretoria rubro-negra e passou a fazer oposição a Malucelli. Neste ano, anunciou sua candidatura e logo inicou a campanha com a chapa intitulada "CAP GIGANTE", atuando diretamente ao lado de Antônio Carlos Bettega, conhecido como Tataio.

É hoje! Vote CAPGIGANTE... VOTE NO MELHOR!!!

Para renascer das cinzas! Por Célio

Nesta quinta feira a comunidade rubro-negra estará TODA voltada para a oportunidade de tomarmos uma atitude, atitude essa que vingará no renascimento ao Clube Atlético Paranaense que administrado de forma equivocada acabou saindo temporariamente da elite do futebol brasileiro. Isso porque TODOS nós atleticanos, sócios e dentro dos parâmetros estabelecidos, deveremos exercer o direito de voto para elegermos uma nova chapa para administração do clube no próximo mandato. Precisamos de pessoas que vejam o futebol como principal negócio, jamais se esquecendo do patrimônio. Essa pessoa já tornou o Clube Atlético Paranaense grande uma vez... Agora simplesmente ele quer tornar o nosso Furacão GIGANTE! Com o apoio da maioria da torcida e inclusive da maior torcida do sul do mundo: Torcida Os Fanáticos, a chapa CAPGIGANTE encabeçada pelo vitorioso Mario Celso Petraglia deve ser definida como vencedora deste pleito eleitoral. Esperamos e faremos todas as forças para que esta confirmação ocorra e que o nosso Furacão possa renascer das cinzas da segunda divisão aonde foi colocado pela diretoria atual na forma displicente que foi dirigido por ela, se tratando de futebol, essa que é a principal razão do clube existir. Assim que definida essa situação poderemos começar à sonhar com um time de verdade para voltarmos de onde jamais deveríamos ter saído: a ELITE do futebol. SRN.à todos!

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Agora é hora de política... Por Luana Kaseker

Mais uma semana decisiva para o Clube Atlético Paranaense. Foram tantas, que até perdi a conta, mas esta diferente das outras é decisiva na parte política do clube, amanhã quinta-feira, 15 de dezembro de 2011 teremos o novo presidente do Furacão, este que ficará até o final de 2014.
Duas chapas concorrem para comandar o clube, a chapa Paixão pelo Furacão de Diogo Fadel Braz e a chapa CapGigante de Mário Celso Petraglia. Missão difícil para quem vencer pois justo agora disputaremos, após 16 anos de elite, a série B do brasileiro, mudanças são necessárias em todos os aspectos. Analisemos muito bem as propostas de ambas as chapas, pois o que queremos é ter o Furacão novamente entre os grandes, disputando títulos, sendo reconhecido no Brasil todo e principalmente dando orgulho à esta nação que tanto o ama. Este assunto movimentou e ainda movimenta as redes sociais de todos os atleticanos, brigas, discussões, insultos, estão “normais” ultimamente entre a torcida atleticana, uma pena, pois quem perde somos nós mesmos.
Acredito que a ficha ainda não caiu para muitos, pelo menos a minha ainda não, e acho que só cairá quando a série B realmente começar, por isso eu quero ver, já no paranaense, um time que tenha comando, que mostre honrar a camisa. Que vença a melhor, aquela que saiba realmente mostrar a grandeza do Clube Atlético Paranaense e desta torcida, que é o mais importante.

O Clube Atlético Paranaense é maior que tudo e todos, jamais se esqueçam disto. E o futuro dele está em nossas mãos.


Beijos e SRN.

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Descontos especiais para sócios do Atlético. Confira!

Você sabia, que o Atlético dá descontos especiais, para o Sócio Furacão.
Muitos, acham que o desconto, só é válido na Arena Store,
mas mostraremos aqui, mais alguns estabelicimentos,
que oferecem vantagens para o Sócio Furacão.
Confira abaixo:

1. Arena Fit: Até 50% OFF - No valor da mensalidade no plano light (consulte os demais)
2. Barbearia Clube: Ganha uma cerveja long neck Heineken no corte de cabelo
3. Churrascaria KF: 10% de desconto e condições especiais nas reservas de grupo, exceto campanhas 
ou pagamento com Ticket.
4. Planeta CAP: 10% de descontos nas compras efetuadas.
5. Serra Verde Express: 20% de desconto nas passagens de trem e 10% nos pacotes de trem.
6. Auto Escola Bello: 10 a 30% - Conforme a forma de pagamento
7. Espaço Bem Estar: 15% de desconto nos serviços prestados.
8. Pizza Hut: 20% de desconto para delivery e retirada no balcão, exceto massa Pan
9. Radiocom: 20% de desconto na locação e venda de rádios comunicadores motorola.
10. Skill Idiomas: 25% de desconto em todas as unidades e modalidades de idiomas no Paraná.
11. KAS: 20% de desconto, exceto em produtos na promoção.
12. Walmart: Descontos na aquisições de diversos produtos
13. Óticas Ponto de Visão: 5% para quem tem convênio + 5% para Sócios Furacão totalizando 10%
14. Stella Barros Turismo: Desconto de 5% em qualquer pacote
15. Lamans Rent a Car: 20% de desconto para locações diárias e 10% para quinzenais ou semanais
16. Bonzão Auto Center: 5% em peças (exceto pneus), 10% serviços e 20% balanceamento e geometria
17. Roddar Pneus: Sócio Furacão ganha uma Super Revisão, 01 Geometria Computadorizada + 01 Serviço de troca de óleo + 01 Rodízio dos Pneus + 01 Check Up de 20 itens.
18. Granero Transportes: Desconto de 10% para Sócios
19. Kids Buffet Infantil: 10% de desconto para Sócios
20. RD Pratas&Presentes: Desconto de 10% para Sócios
21. Flora Zimermann: 15% nas compras na loja virtual. Exceto na taxa de entrega.
22. Action&Fitness: 10% de desconto na aquisição de produtos,exceto para compras de produtos com etiqueta cor de rosa
23. Vininha Mini Sanduiches: 10% de desconto sobre os combos
24. Prime: De 10 a 20% na compra de ingressos para eventos realizados pela Prime
25. Studio Gomes: 10% de desconto na aquisição de produtos
26. Palácio do Bilhares: Desconto de 10% na aquisição de produtos e serviços
27. Certas Coisas Vintage: Desconto de 10% para sócios
28. Joca Madruga Photos: 50% de desconto nos serviços e produtos (exceto casamentos)
29. AVS: Desconto de R$ 0,01 (um centavo) na venda de moedas estrangeiras, calculado sobre a taxa divulgada no Site. A partir de R$ 5.000,00, este desconto poderá ser renegociado diretamente com a mesa de operações de câmbio, e o IOF (imposto sobre operações financeiras) não será cobrado. Adicionalmente, na aquisição de um cartão de viagem Visa Travel Money, no valor mínimo de 200 dólares ou euros, não será cobrada a taxa de aquisição do mesmo (R$15,00). Este benefício será oferecido para todos os Sócios e funcionários do CAP, no percentual e condições estabelecidas previamente entre as partes.


domingo, 11 de dezembro de 2011

Já, já voltamos. Por Everton Furtado

Eu jurava que a dor do rebaixamento iria ser maior, mas por incrível que pareça, não doeu tanto assim, acho que foi o fato de tirarmos a libertadores dos coxinhas ou talvez fiquemos tristes quando começar a série B e sabermos que não estamos na parte de cima, sei lá, é que na verdade eu não sei o que é estar na série B, a última vez que estivemos eu ainda era uma criança, foi há muito tempo atrás então sinceramente não sei o que é estar na série B, acho que o fato de saber que logo logo já estamos de volta não nos desespere tanto assim, no caso do coxa eu entenderia pois afinal nunca mais eles saberiam quando eles subiriam de volta, é óbvio que queria o Furacão no seu local de origem a série A, mas o clube vinha pecando desde o começo do campeonato, todos vinham avisando, sem contar que era só na cabeça dos dirigentes que 70 % dos jogadores estavam com vontade de sair daquela situação. Chega a ser engraçado as palavras do Malucelli, eu deveria estar jogando na mega sena, pois de todas as desculpas que ele deu eu só errei uma, o resto eu acertei todas. O orgulho que a nossa torcida me deu foi enorme, já que tinha muitas pessoas que esperavam o apito final para ver se proporcionaríamos aquelas cenas de violência contra nosso próprio estádio, como assim foi feito uma vez no pinga mijo pelas paquitas ( torcedores do coxa para os leigos), não se realizou, pelo contrário, foi cantado o hino do clube para homenagear a nossa paixão e mostrar que não interessa a série e o local que o Furacão estiver, nós estaremos lá.

sábado, 10 de dezembro de 2011

2011, um ano pífio. Por Aline

A soma de tudo que ocorreu em um ano lastimável para a Nação Rubro Negra, resultou no Rebaixamento para a Série B. Não caimos no ATLEtiba, aliás, o time jogou com garra o clássico, mostrando para a coxarada que não foi dessa vez que eles saberiam o que é disputar uma Libertadores. Mostramos também como é um show de Torcida, não quebrando estádio, não invadindo o gramado e nem colocando em risco a vida de inocentes. Ao fim da partida, até o bando de policiais que estava à beira do gramado, se supreendeu com a atitude da torcida mais linda desse mundo, que cantou o hino com toda a força e amor, porque isso nós temos de sobra.
E agora é a hora de dizer Tchau, e não somente para o Campeonato Brasileiro e para a série A, temporariamente. Dizer tchau para todos os incompetentes que não souberam a grandeza do Clube que administravam, colocando tantos jogadores sem compromisso com a instituição, durante o ano todo. Tchau, gente sem caráter, sem amor ao meu Atlético, sem vergonha na cara. Já passou da hora de vocês sumirem! Tchau também para TODOS os torcedores de resultado, que não sabem fazer um elogio, mais na hora de criticar, são os primeiros a falar um monte de asneira em comunidade. Afinal, nem no estádio vão.
Veremos agora os verdadeiros. Quem assumir o Atlético agora, pegará o clube com a batata assando, e terá que provar que dará conta do recado. Já sobre os jogadores que falei sobre a incompetência, se passarem acertar as contas e desaparecerem daqui, farão um grande favor. E nós torcedores de raça sofreremos em 2012, sim, mais voltaremos com força máxima. Mostraremos a cada dia, que o Furacão é maior que tudo isso, e nossa paixão também!

Saudações Rubro Negras! ATLÉTICO ATÉ A MORTE...

Aline de Sousa

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

ÃO,ÃO,ÃO SEGUNDA DIVISÃO! Por Célio

Olá meus grandes e nobres irmãos torcedores rubro-negros. Isso que coloquei como título infelizmente é o que mais devemos nos habituar a ouvir por um bom tempo, até que o furacão consiga reverter esse quadro e retornar à elite do futebol. Não bastou só ganhar o clássico no domingo, foi ótimo porém caímos e isso é muito doloroso pela grandiosidade e tradição do Clube Atlético Paranaense. Essa foi a herança maldita de uma gestão que ficou marcada pelo ”êxito financeiro”, porém também com muita falta de planejamento na gestão do futebol. Pena esse ser o único e principal motivo da existência de um clube de futebol! Técnicos, jogadores...várias contratações equivocadas começando pela dispensa do nosso herói Geninho com 83% de aproveitamento. Nem vale à pena citar os nomes dos fracassados que passaram, tanto jogadores como técnicos. Mas existem duas pessoas que merecem ser citadas: Paulo Rink e Alfredo Ibiapina. O primeiro nosso ídolo como jogador, se equivocou achando que poderia ajudar no departamento de futebol. Pouco fez e acabou saindo. Já o segundo “caiu de paraquedas” vindo de outro clube, sem o menor vínculo com o furacão nas suas raízes e também fez pouco, porém o suficiente para atrapalhar bastante. Também não vale à pena citar as presepadas do cidadão, fora ter sido um dos principais responsáveis pela contratação mais equivocada da história do Atlético, do jogador Santiago Garcia (El Morro).Isso é sem comentários mesmo, pois o valor gasto e o custo/benefício falam por si. Não basta “chover no molhado”... Apesar de termos de conviver por um bom tempo com isso, esperamos e torceremos como sempre incondicionalmente para que isto não passe de uma tempestade que está caindo e logo passa! Mas convenhamos,somos torcedores fanáticos,mas um time que jogou um futebol medíocre como o nosso,não merecia mesmo ter ficado na elite! Assim agora confirmaremos nas urnas o retorno do grande atleticano que encabeça a chapa CAP GIGANTE, Mário Celso Petraglia para que ele possa “reconstruir” o furacão como já o fez uma vez e retornaremos com toda força! SRN.à todos.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Sentimentos diferentes em um só clássico. Por Luana Kaseker

E o “ATLEtiba do século” de nada valeu para nenhum dos lados. O Furacão venceu, mas o seu principal objetivo que era permanecer na elite do futebol brasileiro não foi alcançado, já pro lado verde o objetivo de Libertadores foi tirado, graças à bela vitória do nosso amado Atlético. Com o resultado de 1 x 0 os diferentes sentimentos se encontraram na mente e no coração da torcida atleticana.

Fomos superiores o jogo inteiro, a torcida toda apreensiva, de olho em outros jogos além do nosso e já nos primeiros minutos a triste notícia, o Cruzeiro havia marcado, continuamos a apoiar o Furacão, torcendo para que o Galo conseguisse virar o jogo, mas pelo contrário o Cruzeiro aumentou o placar mais 3 vezes só no 1º tempo, naquele momento todos nós sabíamos que o rebaixamento era certo, só um milagre nos salvaria de disputar a série B no ano de 2012, o que mais me preocupava é que esta notícia poderia afetar os jogadores e que eles pudessem voltar para o 2º tempo apáticos e sem vontade de vencer um clássico tão importante, mas pelo contrário eles voltaram com a mesma garra e vontade de vencer, não demorou muito para o Furacão abrir o placar com Guérron e fazer a torcida atleticana vibrar como se fosse um gol de título (clássico é clássico, ninguém quer perder não importa a circunstância).

De tristeza por saber do rebaixamento à alegria de vencer o rival, tirar o sonho de libertadores deles e ainda quebrar um tabu de quase 3 anos sem vencer um ATLEtiba. Além de tudo isso o jogo valeu como uma motivação para os jogadores que continuarão aqui no ano de 2012 e principalmente para devolver a alegria que só a Baixada e essa torcida apaixonada sabe nos proporcionar. Foi lindo ver a torcida cantar forte o hino do Clube Atlético Paranaense.

Depois de quase 17 anos na série A, estamos de volta a série B do brasileiro, é hora de montar um time competitivo, para disputar títulos, pois novamente começaremos do zero, com diretoria nova, jogadores novos e quem sabe um novo técnico também, apenas os que ficarão para sempre somos nós torcedores, que jamais vamos abandonar o clube que tanto amamos, então tragam de volta o “FURACÃO”, nós merecemos.

SEMPRE COM O FURACÃO!

Beijos e SRN.


terça-feira, 6 de dezembro de 2011

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Amor incondicional - Por Elaine Novak

Bom Dia Torcida mais linda do mundo! Como torcedores e como seres humanos nunca desejamos a derrota e a decepção. Mas infelizmente não podemos evitar que elas venham a acontecer! Nosso amado rubro-negro foi rebaixado para a segunda divisão do campeonato nacional, e isso dói, e dói muito! Mas sabe o mais incrível e emocionante de tudo isso? Foi ver o que realmente esse clube representa a todos nós torcedores! Na metade do primeiro tempo já tínhamos a noção de que não conseguiríamos escapar, mesmo vencendo os coxinhas. Mas mesmo assim, nossa linda torcida não parou de apoiar, nem por um minuto, e no final do jogo, já rebaixados, cantamos o hino sagrado com todo amor e respeito que sempre temos ao declarar nossa paixão a essas cores! Não quebramos o estádio, não chutamos as cadeiras, não destruímos nosso patrimônio.
Do ano de 2011 fica a lição para que a diretoria que vir a assumir não repita o mesmo erro: realizar uma administração de segunda. Vamos enfrentar essa série B de cabeça erguida e com a mesma paixão de sempre. Sinto orgulho de fazer parte dessa nação vermelha e preta! Hoje eu tive a certeza de que o Atlético conquistará coisas ainda mais grandiosas, pois o amor que essa torcida sente por esse clube é singular! Voltaremos mais fortes e mais apaixonados! A luta apenas começou! SRN!

domingo, 4 de dezembro de 2011

Vamos relembrar??? Por Camila Lopes F. Provenzano

Senhor Marcos Malucelli

Aos 8 dias do mês de dezembro do ano de 2008 o senhor e sua chapa Coração Atleticano foram eleitos para administrar o Clube Atlético Paranaense, vejamos o que foi prometido e o que foi cumprido:

Confira a seguir as propostas da chapa Coração Atleticano:

1 – O futebol será prioridade. Até porque todos os investimentos feitos nos últimos anos em estrutura e patrimônio nos permite isso. Teremos um time forte para ganhar títulos.

2 – Investiremos ainda mais nas categorias de base para que, ao final de três anos, 50% do time seja feito por jogadores identificados com a mística rubro-negra


3 – A partir de agora o objetivo do Atlético Paranaense será sempre ficar entre os três primeiros colocados, independente de campeonato ou categoria

4 – A Arena será concluída. E nossos adversários irão tremer com a força de 40 mil vozes

5 - Não abriremos mão de trazer a Copa para a Arena, para divulgar as cores e a força do Furacão em todo o mundo

6 – Continuaremos captando novos sócios, com o objetivo de superar a barreira de 40 mil associados para lotar a Arena. Uma torcida forte, para um time forte

7 – Transformaremos o clube num centro de excelência e desenvolvimento para atletas, funcionários e profissionais, para assim atrair os melhores entre os melhores de cada área.

E EU PRECISO CITAR ALGUMA COISA NESSE FINAL DE CAMPEONATO?

HÁ ALGUMA POSSIBILIDADE DO SENHOR E SUA EQUIPE SEREM HUMILDES EM ASSUMIR QUE SÓ FIZERAM PASPALHICES?

MUITO OBRIGADA POR NOS REBAIXAREM E DESTRUIREM O QUE LEVAMOS 10 ANOS PARA CONSEGUIR. MUITO OBRIGADA POR FAZEREM COM QUE NOSSO TÃO AMADO TIME SEJA A PIADA DE 2012.

MAS RUBRO NEGRO É QUEM TEM RAÇA. E PARA SUA SORTE, NOSSA TORCIDA NÃO VAI QUEBRAR NADA. TERIA SIDO TÃO MAIS FÁCIL SE O SENHOR TIVESSE SIDO HUMILDE E TIVESSE ADMITIDO QUE NÃO TINHA COMO CONTINUAR.

E HOJE DIGO, SEM MEDO ALGUM, VOLTA PETRAGLIA!!!!!!

Furacão vence o Coxa mas não escapa!!!

Atlético e Coritiba entraram em campo neste domingo (4) com dois objetivos distintos, mas, em comum no fim do clássico, tiveram a frustração de não ver suas vontades concretizadas neste Brasileirão. A vitória do Atlético sobre o rival por 1 a 0 com gol de Guerrón impediu que o Alviverde conquistasse a tão sonhada vaga na Libertadores, mas não salvou o time rubro-negro de disputar a Segunda Divisão do Brasileiro em 2012.

Obrigado Malucelli. Por Everton Furtado

O que dizer da sua pessoa nestes três anos dirigindo o maior clube do estado? Você destruiu com um time que era uma potência Malucelli, conseguiu sujar nosso nome, enfraquecer a nossa reputação e construir um futebol medíocre, e justamente o futebol, aquele que foi sua promessa de campanha lembra? Menos tijolos e mais chuteiras, ou será que fui eu que entendi errado? Talvez eu devesse ter levado essa informação ao pé da letra já que o nosso time tem chuteiras das mais diferentes marcas e cores. O seu objetivo foi concretizado Malucelli, o senhor conseguiu nos rebaixar. Os dois primeiros anos a sorte esteve ali ao nosso lado, pois somos um clube construído por homens nobres e de honra "nos legou o sangue forte", e a sorte acompanha aqueles de coração puro, infelizmente nosso clube foi corrompido com falsas promessas e falsos ideais, homens sem caráter e o pior, sem vergonha na cara, pois mesmo quando o clube ainda tinha chances de ser salvo, o orgulho bateu mais forte e não permitiram que o clube fosse entregue à alguém com mais capacidade para dirigi-lo. Hoje estamos na segundona, um lugar ao qual não pertencemos, espero que esse período seja de renovação, que possamos voltar como um verdadeiro Furacão como assim foi no final dos anos 90. Tenho que finalizar essa coluna lhe parabenizando Malucelli pois de 3 anos de mandato, você conseguiu em pelo menos um dia a alegria da massa atleticana, embora essa alegria não tenha sido completa, você eliminou a sua maldição em ATLEtiba, meus parabéns, mas infelizmente no resto você conseguiu nos tirar tudo, menos o nosso amor, pois esse é eterno, Adeus Malucelli, não volte mais.

Hoje: ATLEtiba na Baixada

Hoje, o maior Caldeirão do mundo, volta a ferver. O maior clube do estado, recebe o Coritiba, num clássico que promete ser eletrizante.
O Furacão, precisa vencer e torcer por derrotas de Cruzeiro e Ceará, já o time verde, precisa vencer, para ganhar a vaga para Libertadores da América.
Mesmo numa situação dramática, o time do Atlético, terá o apoio da sua fanática torcida, que promete fazer uma grande festa. Uma verdadeira prova de amor, que esta magnifica torcida ,faz pelo rubro-negro!
O técnico Antônio Lopes não terá muitos problemas para escalar o Atlético-PR. A grande dúvida era em relação ao atacante Guerrón, que foi poupado dos treinos de quinta-feira, com dores no joelho, e chegou a ter a sua participação no duelo ameaçada. Mas o equatoriano participou das atividades desta sexta e está confimado.
O único desfalque para a partida será o zagueiro Gustavo Araújo, que recebeu o terceiro cartão amarelo na derrota para o América-MG e está suspenso. Fabrício formará a dupla de zaga com Manoel. Cleber Santana pode ganhar vaga no meio campo, no lugar de Marcinho, mas Lopes só divulgará a escalação, momentos antes da partida. No restante, a equipe será a mesma do fim de semana passado.
FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO- X CORITIBA


  • Estádio: Arena da Baixada, Curitiba (PR)

  • Data-Hora: 4/12/2011 - 17h (de Brasília)

  • Árbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa-DF) 

  • Auxiliares: Roberto Braatz (PR) e Gilson Bento Coutinho (PR)
  • ATLÉTICO-: Renan Rocha, Wendel, Manoel, Fabrício e Heracles; Deivid, Marcelo Oliveira, Paulo Baier e Marcinho; Guerrón e Nieto. Técnico: Antônio Lopes.
  • CORITIBA: Vanderlei, Jonas, Jeci, Emerson e Lucas Mendes; Léo Gago, Willian, Tcheco, Rafinha; Everton Costa e Leonardo. Técnico: Marcelo Oliveira.

O último jogo da Baixada

Assim que o árbitro San­­dro Meira Ricci apitar o início do ATLEtiba, estará também decretando os minutos finais da casa atleticana como ela foi originalmente projetada. Depois de uma hora e meia de bola rolando, será fechada para se transformar em estádio de Copa do Mundo. Só voltará a receber jo­­gos em março de 2013, se os prazos desta vez forem cumpridos.
O Caldeirão voltará ainda melhor, para a inveja dos adversários!!!

sábado, 3 de dezembro de 2011

O maior Atletiba já visto. Por Aline

O gol do zagueiro Daniel Marques - para o ceará, contra o cruzeiro - aos 37 minutos do segundo tempo, deu sobrevida ao Furacão. Se o Cruzeiro tivesse vencido, jogariamos o ATLEtiba com o destino já definido. Estariamos rebaixados. Porém, os Deus do futebol não permitiram isso. E assim, esse jogo tornou-se o Maior Atletiba do século.
Ainda acredito nos milagres para a próxima rodada. O cruzeiro pode sim perder para o galo, e o ceará empatando com o bahia, já está de bom tamanho. Falta agora fazermos a nossa parte. Tem muita gente nesse elenco que não jogou o campeonato inteiro, e tem a chance de em 90 minutos, mudar a histórias de nossas vidas. Digo isso porque abracei os 5% de chance de permanência e junto a eles, irei para a lindissima Arena da Baixada amanhã. Sempre fui assim: bem mais coração do que razão. Agora não poderia ser diferente.
Posso sair muito triste desse jogo, ou sair com uma alegria que não caberá no peito, dificil de medir. Quero pagar para ver. Como disse minha amiga Mari Sawczuk, vou ao jogo porque um dia direi: esse capitulo da história do Atlético eu sei contar porque vivi.
A semana foi muito dificil. O coração bate forte e a ansiedade participa de 24 horas do nosso dia. E tudo o que sei é que se o Atlético ficar, eu vou cantar alto o nosso hino e beijar o escudo, pois acreditei e estive com ele. E se ele cair eu vou cantar o hino mais forte ainda, e vou olhar para a camisa que só se veste por amor como quem diz ''Meu amor, tudo vai ficar bem. Estarei contigo novamente, nessa tua jornada.'' Amanhã defiremos nosso futuro. Tudo pode acontecer. O fato é que EU TE AMO FURACÃO, EU TE AMO.

Saudações Rubro Negras!

Hoje tem programa voz da Caveira


À partir das 13h, na rádio mais AM 1120 KHz, você não pode perder!!!
O melhor programa esportivo atleticano do Brasil!!!
O ESPAÇO ATLÉTICO APOIA A TORCIDA ORGANIZADA OS FANÁTICOS.

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Resumo do clássico

De longe, mas na torcida

Com a camisa do Furacão, Washington fez história e ostenta, até hoje, o título de maior goleador do Brasileiro: cada um dos 34 gols que o atacante marcou no Nacional de 2004 ainda está na memória da torcida.
Mesmo de longe, já que vive em Caxias do Sul-RS, Coração Valente acompanha a trajetória do Rubro-negro. "Eu fiquei muito angustiado durante todo o campeonato, torcendo para o que time desse aquela arrancada que todas as equipes dão", disse o jogador à Banda B. "Acho que apesar do esforço de todos, a equipe não conseguiu uma fase boa no Brasileiro, uma sequência, que é o grande segredo ou de escapar ou de chegar ao título", completou.
Ainda que o time tenha diante de si um panorama complicado para escapar da degola, Washington confia na permanência. "O Atlético, com toda a estrutura, com a torcida que tem, não é um clube pra ser rebaixado. Não consigo ver o Atlético como rebaixado. É difícil, mas vou torcer que para que ele escape", declarou o coração valente!!!

Reunião na sede da Fanáticos

Local: Sede da Torcida os Fanáticos

Agora só resta torcer. Por Diogo Rodrigues Manassés

No céu, no inferno, onde for. Torcer é o que resta. É óbvio que o resultado contra o Coelho deixou alguns torcedores sem esperança, e todos desanimados. Afinal, era um dos jogos mais fáceis do segundo turno, eram três pontos com os quais contávamos. Mas não vieram.

Ainda assim, temos a sorte de, ainda dependendo de uma combinação de resultados, não cair para a Série B. Tanto faz, afinal, o Atlético não pode controlar os outros resultados. Mas pode se doar para conseguir o seu resultado. Vencer o Atletiba tem sua importância: mesmo que, por exemplo, o Cruzeiro ganhe seu clássico (o que elimina qualquer possibilidade de salvação atleticana), uma vitória no nosso clássico significa que o time lutou até o fim, não desistiu. Além disso, provavelmente evitaria uma classificação do rival para uma competição internacional. Por fim, o clássico é na nossa casa, é nosso dever de vitória.

Mas só nos resta torcer. Antes de torcer por ou contra outros times, precisamos torcer para que o nosso faça a parte dele.

Para finalizar, peço que seja um clássico de PAZ. Quem está pronto para brigar não é torcedor. Torcedor, como o próprio nome que diz, é aquele que torce por um time. Depredar patrimônio e agredir outra pessoa não é atitude de torcedor. O Atlético pode cair, mas não sentiremos vergonha, porque é o time que amamos e que sempre iremos apoiar. Com atitudes de vandalismo, é o Atlético que fica com vergonha do seu “torcedor”. SRN.


quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Atlético é campeão Sub-18 em disputa de pênaltis

Na tarde desta quarta-feira, 30, aconteceu na Arena da Baixada a final da Copa Sub-18 e o Atlético sagrou-se campeão estadual em cima do maior rival, o Coritiba .Com a vantagem de ter vencido o primeiro jogo por 2 a 1, na casa do adversário, o Furacão entrou em campo para conquistar o único título que faltava nesta reta final de 2011. Nas categorias de base, o Rubro-negro já havia conquistado títulos estaduais nas categorias sub-15, sub-17 e sub-20. Jogando pelo empate, o Atlético segurou o adversário até os 42 minutos da segunda etapa, quando o Coritiba marcou o único gol do jogo. O resultado levou a decisão para as penalidades.
Nas cobranças, os atleticanos souberam aproveitar melhor e fizeram 4 a 3. Com destaque ao goleiro Hugo, que defendeu uma das cobranças.

Impossível/Possível Por Célio

Caros irmãos torcedores rubro-negros infelizmente estamos prestes à descer um degrau no disputado futebol brasileiro. O trocadilho deste título reflete bem o momento que passamos. Graças única e exclusivamente à má administração do Clube Atlético Paranaense, encabeçada pelo até muito educado Marcos Malucelli, ele e seus companheiros conseguiram deixar nosso furacão numa situação lamentável, prestes à ser rebaixado. Os motivos já repetidamente citados por todos...Já não bastando somente a humilhação no campeonato paranaense, onde fomos “destruídos” pelos azeitonas em nossa própria casa. Agora corremos o risco quase certo de sermos rebaixados por eles em nossa casa também! Jogaremos a partida mais decisiva dos últimos tempos contra nosso rival verde, que aspira uma vaga na Libertadores caso nos vença e isso além de tudo é rebaixamento certo para nós. Precisamos MUITO vencer e somente vencer interessa! Visto que a mais de 3 anos não ganhamos um Atletiba, já imaginamos. O nosso elenco é enormemente mais fraco que o dos verdes. E ainda para ajudar mais teremos de torcer por vitórias do Bahia contra o Ceará bem como do Galo mineiro sobre o Cruzeiro. Essa segunda até provável, porém a primeira está fora de cogitação visto que os baianos já indicaram sua preferência sobre a permanência do Ceará na elite. Por mais que acreditemos e torcemos demais pelo nosso furacão é uma situação complicada demais de TUDO dar certo! Só por um milagre mesmo conseguiremos permanecer na elite! O mais triste de tudo isso é que esse grupo de jogadores nem foi capaz de “honrar as calças” e jogar com a vida para não decepcionar essa maravilhosa torcida que jamais deixou de acompanhar e incentivar por mais desastrosa que a campanha estava sendo! Domingo com certeza não será diferente, porém infelizmente com um final trágico mais que certo. Uma coisa de cada vez, mas daqui mais alguns dias viraremos o jogo nas urnas tirando essa “situação” da direção do CAP e recolocando um atleticano vencedor, agora muito mais humilde e consciente de que a torcida é que move o furacão, volta Petraglia ! SRN. à todos e que DEUS nos abençoe!