domingo, 1 de agosto de 2010

Bair criticou Guerrón

Baier criticou duramente o estreante Guerrón. Cobrador oficial das faltas, o meia disse que não gostou da atitude do equatoriano, que bateu uma infração próxima da área, no segundo tempo.
"Fiquei descontente, sim. Eu sou o batedor, estou há alguns anos no Atlético e o Guerrón está chegando agora. Isto não pode acontecer, tem que ter uma hierarquia. Aqui não é time de várzea e é preciso que o Carpegiani converse com ele sobre o isto", reclamou Baier.


4 comentários:

Diogo disse...

Concordo que deve haver uma hierarquia a ser respeitada, mas Baier não precisava ser tão incisivo. Sem contar que ultimamente as faltas batidas por ele não têm sido frutíferas como antes.

Anônimo disse...

Paulo Baier está perfeito! Antiguidade é posto. Hierarquia deve estar acima de tudo e de todos. Calma Guerron, vá devagar e sem estrelismo! Muita gente boa "dançou" no Furacão por querer aparecer demais!!! Paulo Baier é o maestro e devemos respeitá-lo! Joly Jr.

Elaine Novak disse...

Concordo com o Diogo, a qualidade da cobrança das faltas de Paulo Baier está caindo... ele merece respeito sim, mas como disse o Diogo, ele exagerou. Elaine

Anônimo disse...

COM TODO RESPEITO ÀS OPINIÕES, MAS SINCERAMENTE NÃO SE FAZ FUTEBOL APENAS COM EMOÇÃO. DEVEMOS AVALIAR COM RAZÃO E DISSO TENHO CERTEZA! PAULO BAIER DEVE SIM SER RESPEITADO.COLUNISTAS MUITO FRACOS CADU!!!